Terca-Feira, 23 de Outubro de 2018
Home Aplicativos

Microsoft já começou a testar aplicativos dedicados ao Windows Core OS

12/10/2018 4698 0
Microsoft já começou a testar aplicativos dedicados ao Windows Core OS

Faz tempo que falamos aqui sobre o Windows Core OS, que seria uma versão modular do Windows 10. Esta seria uma nova versão do sistema operacional capaz de se adaptar a qualquer dispositivo, independentemente do tamanho de sua tela, de seus periféricos e funcionalidades. Seria, de fato, um sistema modular.

Agora, nossos amigos do aggiornamentilumia afirmam ter descoberto que a Microsoft já começou a testar novos aplicativos dedicados ao Windows Core OS. Na verdade eles foram mais além ao afirmar que a empresa adicionará mais um ramo de desenvolvimento de aplicativo, mais uma plataforma, que irá além da Plataforma Universal do Windows.

Hoje, os ramos de desenvolvimento, ou plataformas, de aplicativos para Windows está assim distribuído:

  • Windows.Desktop: O aplicativo só pode ser instalado em PCs e tablets
  • Windows.Mobile: O aplicativo pode ser instalado somente no Windows 10 Mobile (o Windows.Mobile deve ser considerado hoje obsoleto e praticamente não utilizado)
  • Windows.Team: O aplicativo pode ser instalado apenas no Surface Hub
  • Windows.Xbox: O aplicativo só pode ser instalado em um console Xbox
  • Windows.Holographic: O aplicativo só pode ser instalado no Hololens
  • Windows.IOT: O aplicativo pode ser instalado apenas no IOT (raro)
  • Windows.Universal: O aplicativo pode ser instalado em todos os dispositivos listados acima

Pelos documentos que foram descobertos via vazamentos, a essa lista seria adicionada a plataforma Windows.Core, que seriam aplicativos que só funcionariam no Windows Core OS e seus dispositivos, que ainda sequer existem de verdade.

Bem, até onde sabemos, hoje, só existe um único dispositivo rodando o Windows.Core, que é o Surface Hub 2. Vimos uma rápida demonstração do S.O. em ação, porém, não vimos muito mais do que um vídeo de pouco mais de 2 minutos (veja a seguir).

Com base em uma tradução aproximada do conteúdo do pessoal do aggiornamentilumia, como resultado da inclusão dessa nova plataforma, parece que o desenvolvimento de aplicativos no Windows será bifurcado. Os desenvolvedores poderiam optar por seguir a nova plataforma Windows.Core, que permite a eles abandonar versões mais antigas do Windows e focar exclusivamente nas novas ferramentas fornecidas pelo Core OS, ou continuar desenvolvendo seus aplicativos para a Plataforma Universal do Windows, que permitiria que seu aplicativo seja executado em qualquer dispositivo com Windows 10 conforme o esperado. 

Muito provavelmente UWPs rodarão no Windows Core OS, mas o inverso não. Ou seja, aplicativos desenvolvidos para o Windows.Core não rodarão em dispositivos que executam versões anteriores do Windows, mas o contrário sim. Isso precisa ser confirmado ainda… e podemos ter entendido errado.

Brincando de especular….

Fica no ar o entendimento de como tudo isso tem relação com a recente notícia sobre a abertura do portfólio de patentes da Microsoft para o mundo open source. Estaria a Microsoft já pensando em universalizar também o desenvolvimento de aplicativos para outras plataformas fora do Windows? E o Windows.Core seria o caminho até lá?

Ainda podemos especular mais… será que um dia o Windows como o conhecemos hoje simplesmente será deixado para trás, dando lugar para algo completamente novo, muito mais open source do que proprietário e muito mais “aberto” e verdadeiramente universal, ao ponto de alcançar dispositivos não Windows, não Microsoft, rodando via streaming? como vimos no caso do novo Windows Virtual Desktop via Azure.

Bem, tudo isso não passam de especulações que não podem ser confirmadas, então tome isso como o início de um bom debate para o futuro.

Compartilhe:

Comentários: