Microsoft lança edição “especial” do Windows 10 para o governo chinês

0

Hoje (23/05) a Microsoft apresentou em Xangai, na China, o Windows 10 China Government Edition. Ele é uma versão do Windows 10 especialmente desenvolvida para o governo chinês.

A versão diferenciada do Windows 10 foi gerada por meio de uma parceria entre a CETC e a Microsoft CMIT, esta última é uma joint venture criada pela Microsoft com a finalidade de desenvolver o Windows 10 China Government Edition.

O Windows 10 China Government Edition é baseado no Windows 10 Enterprise Edition, que já inclui muitos dos recursos de segurança, autenticação de usuário, implantação e gerenciamento que os governos e as empresas precisam. O Windows 10 China Government Edition usará esses recursos de gerenciamento para remover recursos que não são necessários aos funcionários do governo chinês, como o OneDrive, para gerenciar toda a telemetria e atualizações e permitir que o governo use seus próprios algoritmos de criptografia em seus sistemas de computador.

Eles também anunciaram que a Lenovo será um dos primeiros parceiros OEM a pré-instalar o Windows 10 China Government Edition em novos dispositivos. Vale lembrar que a MS conta com outros grandes parceiros locais, como a Xiaomi e a Huawei.

É interessante notar que o Windows 10 já é o software escolhido por outros governos de países como a Chinês, como é o caso dos EUA, que faz uso do Windows 10 em seu Departamento de Defesa, ou ainda com o governo Australiano, que o usa na área da saúde e, por fim, o governo Italiano, que também usa o Windows em seu Departamento de defesa. O governo chinês usará o Windows em setores como a alfândega e em empresas estatais, como é o caso da Westone Information Technology.

Claro que a Microsoft não iria destrinchar muitos detalhes dos termos desse acordo, mas, muitos já sabem que não é de hoje que o governo chinês tem uma certa repulsa pelo S.O. da Microsoft. Em 2014, por exemplo, o governo chinês proibiu a instalação do Windows 8 em qualquer computador do governo. O motivo? Porque a Microsoft havia encerrado o suporte ao Windows XP, que era amplamente usado pelo governo na época. Mesmo sabendo que o Windows XP e todos os outros contam com um ciclo de vida pré-estabelecido, mesmo assim deu no que deu. Não sabemos até onde vão os novos termos ou se há pessoas mais “antenadas” no atual governo, o fato é que a Microsoft quer (e precisa) manter seu domínio no importante mercado chinês e a prova está ai… abriu mão do OneDrive nativo no Windows 10, entre outras coisas só para criar essa versão “especial”.

Fonte: Microsoft

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!