Dispositivos

Microsoft lançou um purificador de ar em parceira com a Electrolux?

Pode parece estranho, mas é verdade! A Electrolux e a Microsoft firmaram uma parceria por meio da qual foi gerado um purificador de ar inteligente que faz uso do poder da Nuvem para nos ajudar a respirar melhor.

Microsoft
Andreas Larsson com alguns dos purificadores Pure A9 usados para limpar o ar durante o incêndio próximo à sede da Electrolux.

O Pure A9 é purificador de ar inteligente com recursos de IoT e conectado à nuvem Microsoft Azure. Ele foi lançado em 1º de março e uma das suas principais inovações é sua capacidade de remover partículas de poeira ultrafinas, poluentes, bactérias, alérgenos e maus odores de ambientes internos.

Com o apoio da nuvem, o dispositivo monitora em tempo real a qualidade do ar e também dos seus filtros internos, alertando aos usuários quando eles não estiverem em condições adequadas.

O primeiro país em que o Pure A9 começou a ser vendido foi a Coreia, mas hoje, ele já é comercializado em quatro países nórdicos e na Suíça. Ainda não há data definida para o aparelho chegar ao Brasil, mas com o anúncio recente é certo que ele chegará por aqui muito em breve.

O poder da nuvem a serviço da IoT

Por meio de uma aplicativo associado ao aparelho e que se conectada a Nuvem, sua fabricante, a Electrolux pode mostrar aos usuários do produto dados em tempo real sobre a qualidade do ar – interna e externa – enquanto acompanha a melhoria do ar interno ao longo do tempo. Além disso, o Pure A9 monitora continuamente o uso do filtro, alertando os usuários quando é hora de solicitar um filtro de reposição.

Eletroclux
Electrolux Pure A9

Como um bom dispositivo IoT, o Pure A9 tem a capacidade de aprender os padrões diários de quando os ocupantes da casa estão ausentes, permitindo que o dispositivo funcione numa programação inteligente, diz Larsson.

Eletroclux
Interface do Aplicativo embarcado do Pure A9

“Se pudermos prever quando a casa ficará vazia, nos certificaremos de não desperdiçar o filtro limpando o ar que ninguém vai respirar”, diz Larsson. “Então, podemos começar a purificação para que o ar esteja limpo quando você chegar em casa.”

Um aplicativo do Pure A9 oferece aos usuários dados valiosos sobre a qualidade do ar. Após o lançamento do Pure i9 em 2017, “logo ficou claro que esse não seria um produto único”, diz Larsson. “Um plano ambicioso de criar um ecossistema de produtos de rede inteligentes … começou a ganhar forma.”

“Pelo aplicativo Pure A9, o consumidor também pode obter uma maior compreensão do trabalho feito pelo purificador, graças à sua capacidade de transformar os dados do sensor em informações compreensíveis e acionáveis”, acrescenta.

Eles escolheram o purificador de ar como o próximo dispositivo conectado à nuvem. Em setembro de 2018, uma equipe de apenas três desenvolvedores da Electrolux começou a construir uma nova plataforma Azure IoT para o que se tornaria o Pure A9. Em fevereiro de 2019, esse produto já estava no mercado na Ásia.

“O Azure permitiu que eles lançassem um produto para todo o mundo com investimentos mínimos em desenvolvimento e em ritmo acelerado”, diz Arash Rassoulpour, arquiteto de soluções de nuvem da Microsoft que trabalhou com os desenvolvedores da Electrolux nos produtos.

Os engenheiros da Electrolux também usaram as funções já prontas no Azure IoT Hub, em vez de escrever o próprio código, poupando mais tempo de desenvolvimento, diz Larsson.

De fato, é algo bem inovador e revolucionário. E isso é só o começo. O poder da Nuvem inteligente da Microsoft está apenas desabrochando…

Fonte > Microsoft 

Alexandre Lima
Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!