DestaqueNotícias

Microsoft pode bloquear atualizações para laptops da Huawei

Ontem, o mundo foi impactado com a notícia de que a Huawei perdeu o acesso ao suporte do Google no que se refere a seus serviços e software (Android) após o presidente dos Estados Unidos Donald Trump inserir a empresa chinesa numa espécie de lista negra comercial.

O Google apenas cumpre essa lista negra, na qual a Huawei e 68 de suas subsidiárias foram colocadas na semana passada. A proibição foi promulgada quando a Huawei foi colocada em uma chamada Lista de Entidades, o que impede a empresa de comprar equipamentos de outras empresas dos EUA sem aprovação prévia do governo, algo que o Departamento de Comércio não deve dar em um futuro próximo.

O mesmo que acontece com o Google, agora pode acontecer com a Microsoft: A Huawei pode perder atualizações futuras do Windows em seus laptops. O perigo de depender de um sistema operacional baseado nos EUA foi exposto, depois que grandes empresas de tecnologia responderam ao governo Trump proibindo a Huawei de receber suporte de tecnologia de empresas norte-americanas.

O Google já retirou as licenças do Android da Huawei, e tanto a Qualcomm quanto a Intel disseram que não podem mais fornecer chips para a empresa chinesa.

Agora, outra empresa cujo sistema operacional é amplamente usado é a Microsoft, e de acordo com o Techradar, a empresa se recusou a comentar se continuariam oferecendo suporte a Huawei, dizendo de forma bastante sucinta “não temos nada a declarar”.

Devido à lista negra de Trump, não somente o Google, mas várias empresas norte-americanas terão que suspender as atividades comerciais com a Huawei, que envolvem transferência direta de hardware, software e serviços técnicos que não estão disponíveis publicamente.

Dado que o Windows é de código fechado, é muito provável que está opção não esteja disponível para a Huawei. Isso coloca em risco o lançamento de futuras atualizações do sistema operacional da gigante de Redmond para a empresa chinesa, bem como no lançamento de futuros dispositivos da Huawei já que a empresa não poderá utilizar o Windows por tempo indeterminado assim como ocorreu com o Android e os Chipset da Qualcomm e Intel.

O futuro da Huawei é incerto dado todas essas medidas tomadas pelo governo norte-americano, pois ela afeta diretamente os usuários da marca que é bastante utilizada globalmente. Esperamos que ela consiga contornar esse ocorrido o quanto antes!

Fiquem ligados no Windows Team para futuras atualizações sobre este impasse.

Diego Mendes
Paulista, 32 anos, libriano, apaixonado por tecnologia e pelo ecosistema Windows. Fã da Nokia e dono de um Xiaomi Mi 9 SE.