Terca-Feira, 16 de Outubro de 2018
Home Notícias

Microsoft revela dados sobre eficiência do Windows Defender

25/05/2018 268 0
Microsoft revela dados sobre eficiência do Windows Defender

“O Windows Defender as vezes está tão quieto que nem sei se ele está ativado e funcionando…” esse é um questionamento que muitos usuários fazem sobre o antivírus nativo do Windows 10.

Já lemos frases desse tipo nos comentários do site, em redes sociais como o Twitter e em outros canais, mas, será mesmo que existe algum fundo de verdade nele? Será que o Windows Defender trabalha por nós mesmo quietinho ali no canto dele?

A Microsoft tem dados para provar que sim! Eles divulgaram um relatório que avalia a eficácia do Windows Defender com base em métricas como proteção, usabilidade e desempenho. Tudo isso faz parte de um tipo de programa de transparência adotado pela empresa.

Em resumo, os resultados divulgados pela Microsoft mostram que:

Proteção: o Windows Defender Antivirus (Windows Defender AV) obteve uma pontuação perfeita no quesito proteção, mantendo consistentemente altas pontuações nessa categoria.
Usabilidade (falsos positivos): o Windows Defender AV obteve uma pontuação de Usabilidade aprimorada de 5.5 de um total de 6.0. Por nossa telemetria, amostras que o Windows Defender AV classificou incorretamente (falso positivo) tiveram uma prevalência muito baixa e não são comumente usadas no contexto de negócios.
Desempenho: o Windows Defender AV melhorou esse ciclo, alcançando uma pontuação de desempenho de 5.5 de um total de 6.0 e superou o desempenho da indústria em quase todas as áreas. Esses resultados refletem os investimentos que dedicamos à otimização do desempenho do Windows Defender AV para ações de alta frequência (por exemplo, execução de aplicativos).

Embora os testes independentes possam ajudar a avaliar os recursos e proteções de uma solução de segurança, é importante entender que os testes antivírus são apenas uma parte de uma avaliação completa da qualidade. Para compreender verdadeiramente a qualidade de proteção de uma plataforma de proteção de ponto de extremidade (EPP) e solução de detecção e resposta de ponto de extremidade (EDR), como o Windows Defender ATP , todo o conjunto de recursos deve ser avaliado.

Deu para perceber que a própria Microsoft tem submetido seu AV a teste diversos para testar sua eficácia e ele parece estar dando um excelente retorno para um antivírus gratuito e leve.

Se você ainda não experimentou “sobreviver” no mundo digital usando apenas o Windows Defender, desafiamos você a fazê-lo. Quem sabe você será surpreendido positivamente.

Fonte: Microsoft

Compartilhe:

Comentários: