Microsoft vende parte de sua divisão Mobile para a Foxconn

0

Foxconn Nokia Microsoft

É pessoal… pelo visto nós mesmo estávamos ligeiramente enganados quanto a venda da divisão Mobile da empresa, antes pertencente a Nokia… porque eles realmente VENDERAM boa parte dessa divisão para uma subsidiária da Foxconn, mesma empresa que atualmente monta os iPhones da Apple.

O valor do negócio é de U$ 350 milhões, cifra que é bem menor do que os U$ 7,6 bilhões pagos pela Microsoft a Nokia pela divisão Mobile da finlandesa em 2013, porém, é bom deixar bem claro que eles não estão vendendo toda a divisão Mobile, mas sim, uma parte dela, e por isso o valor do negócio é bem inferior.

O que eles estão vendendo são seus ativos de telefonia de nível de entrada, que são os chamados features phones, que são aqueles telefones tijolinhos pequenos e super resistentes com baterias quase infinitas, tal como o Nokia 222 anunciado no ano passado pela própria Microsoft.

Nokia 222 - Esse é um belo exemplo dos telefones Nokia que veremos novamente no mercado

Nokia 222 – Esse é um belo exemplo dos telefones Nokia que veremos novamente no mercado, porém, nada impede deles lançarem smartphones também

O negócio também inclui marcas, softwares e serviços, assistência técnica e outros ativos, contratos de clientes e contratos de feedback, sujeitas ao cumprimento da legislação local. A transação deverá ser concluída no segundo semestre de 2016, sujeito a aprovações regulatórias e outras condições de fechamento. Então, eles não estão vendendo a linha Lumia em si, muito menos as patentes adquiridas ou mesmo outros ativos não listados nessa negociação dessa mesma divisão.

A FIH Mobile Ltd, subsidiária da Foxconn que está comprando essa divisão, poderá usar o nome da Nokia em seus telefones e tablets por até 10 anos e já tem planos para investir U$ 500 milhões em adequações e marketing para trazer de volta as prateleiras das lojas telefones, smartphones e tablets com a marca Nokia nas costas. É bem provável que alguns desses gadgets rodem o Android da Google. É aqui onde vemos o licenciamento da marca como falamos antes de ontem. 

O acréscimo do que falamos é que eles estão vendendo boa parte dos ativos dessa divisão, inclusive a Microsoft Mobile Vietnam, que fica localizada em Hanói e que atualmente emprega mais de 4500 pessoas. Esses funcionários (ou a maioria deles) deverão ser transferidos/reaproveitados pela nova dona.

Eu sua nota oficial sobre o assunto a Microsoft falou o seguinte sobre os telefones da linha Lumia com Windows 10 Mobile:

A Microsoft vai continuar desenvolvendo o Windows 10 Mobile e dando suporte a telefones Lumia, como o Lumia 650, Lumia 950 e Lumia 950 XL e telefones de parceiros OEM como da Acer, Alcatel, HP, Trinity e VAIO.

Isto é, nada muda para quem tem um Lumia ou qualquer outro telefone com Windows.

Agora sim ficou mais do que claro que estamos diante do fim da linha Lumia. Ela dará lugar a uma nova linha de smartphones que nascerão das entranhas da própria Microsoft, tal como o tablet Surface, ou mesmo o Surface Book, a Microsoft Band, entre outros hardwares da companhia. Esse é só mais um passo em direção ao lançamento da linha Surface Phone, sem dúvida.

Fontes: Microsoft e Nokia

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!