Não se assustem! Mas os atuais Windows Phone podem não ter acesso a atualização Tango

16

A pergunta que vem logo a mente é: Por quê? A resposta é simples, digo não se assustem porque a atualização Tango possivelmente não trará “inovações” como as que geralmente esperamos das atualizações de software. A cada dia que se passa os rumores e comentários das pessoas envolvidas com o assunto, confirmam a informação de que a Tango será uma versão do Windows Phone para aparelhos mais básicos.

Então, podemos entender que a atualização Tango na verdade pode não ser uma atualização, mas sim, uma versão mais básica do WP7 que já venha instalada de fábrica. Está que daria suporte a aparelhos com uma configuração de hardware mais básica, com telas resistivas e resolução inferior aos 480X800 pixels exigidos normalmente e quem sabe com processadores menos potentes.

Tudo isso ainda são informações que precisam ser confirmadas, contudo, elas têm uma lógica muito boa, pois, a Microsoft fala há muito tempo sobre uma versão mais básica do WP7 para os aparelhos de entrada. Também sabemos que o Windows Phone será lançado ainda este ano em países como a China. Creio que os chineses valorizariam e muito aparelhos com a Tango, caso ela realmente equipe aparelhos mais baratos. Acreditamos que a Tango e a Apollo devam ser lançadas em algum momento deste ano e seria demasiadamente estranho lançar duas grandes atualizações de software no mesmo período. O que nos leva a pensar que a Apollo seja um update para os atuais aparelhos, este por sua vez seria o update responsável por trazer as verdadeiras inovações para o Windows Phone neste ano, enquanto a Tango, seria uma versão mais básica do OS.

A imagem acima divulgada há algum tempo pelo pessoal do WMPoweruser, que segundo os próprios foi retirada de uma reunião de estratégia da Microsoft, nos dá ainda mais informações sobre isso, na qual podemos ver que sob a Tango consta a descrição “Produtos com preços melhores”, e sob a Apollo “aumento global em volume, Superphones (ou Super Aparelhos) e negócios”. Isso também confirmaria todas as informações que comentamos acima.  E vocês, o que acham?

Fontes: Pocketnow , Paul Thurrott, WMPoweruserdigitalversus e WMPoweruser

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!

  • Ailton Silva

    Tmbm discordo, ate pq a Microsoft é contra a fragmentação dos OS. Eu acho que ela vai sim lançar essa atualização que será compativel com aparelhos atuais. E tmbm acho que ela ira fazer como a apple que a varios anos não esqueceu do iPhone 3GS!! A formiga sabe a folha que roe!!!

  • Ygor

    Alexandre, é muito importante que as pessoas saibam em relação a essa questão da “operadoras”. Eu também penso assim como o que diz no post, o Tango para Low-End e Apollo para um upgrade do Mango, acho muito justo isso se pensarmos que teremos WP Low-Ends que tem a mesma qualidade que os mi/high-end

  • olha a versão apollo pode ser sim para aparelhos mais top mais isso nao significa que ela nao vai trazer novidades.

    na minha opinião tango vai conserta varios bug existente e trazer algumas melhorias
    e na versão apollo e axo que vai ficar conhecida como wp8 vai trazer a integração com o windows 8

  • Eu discordo do texto que diz que a versão TANGO irá para os smartphones de baixo custo. Acho que a versão TANGO é pra manter e continuar mantendo as primeiras versões dos smartphones com WP atualizados, assim mantendo a credibilidade e a diferença em relação ao Android que dizia atualizar todos os aparelhos androids na versão 2.2 pra cima.
    Se for o que eu penso creio que os primeiros WP duração mais à 4 a 5 anos.

    • Bom, isso iria contra todo o histórico da indústria. Acho difícil.

  • Rafael Dourado

    Acho difícil o Apollo ser compatível com os aparelhos atuais. Até espero que não seja.

    Vejam bem, no final desse ano, laçar um aparelho na categoria super-phone que não tenha 720p de resolução seria suicídio para o sistema.

    Uma das maiores críticas feita ao WP7 hoje, com razão, é sua tela WVGA.

    • Entendo, contudo, vou lhe dar um bom exemplo. O Android 4.0 dará suporte a resolução de 720p, contudo, muitos aparelhos que não possuem essa resolução de tela terão acesso ao update. Com o Windows Phone não é diferente, a Apollo pode até ser construida para rodar em aparelho mais “top”, contudo, se o processador de 1Ghz e 512MB de RAM forem suficientes para rodar a nova versão de uma forma que nao prejudique a experiência, eles devem liberar. Assim espero…

      • Rafael Dourado

        Mas isso causaria fragmentação no sistema. Foi justamente para evitar isso que eu comprei um WP7 e não um Android.

        Imagino que eles devem fazer como a Apple fez quanto lançou o iphone 4. Vão manter a mesma proporção e os desenvolvedores vão ter que se virar para criar aplicativos que suportem tanto WVGA quanto 720p.

        • Não necessariamente. Pois, se fosse assim, o Windows seria fragmentado, pois, existe o Windows Start, Home, etc. E quando uma atualização é liberada, todos tem acesso. Alguns usam uma versão mais leve do OS, outros a completa. A Microsoft já faz isso com o Windows, e acredito que terá sucesso se fizer o mesmo com o windows Phone. A questão do Android não são as várias versões oficiais, mas sim as mudanças feitas pelas fabricantes dos aparelhos e pelas operadoras, algumas mudanças chegam a descaracterizar o sistema quase todo, veja o exemplo do Kindle Fire com Android… e isso não ocorre com o WP7 e creio que não ocorrerá mesmo.

  • Você quase matou os amiguinhos do coração no Facebook, Alexandre. Isso não se faz. Kkkkkk

    • kkkkkkkkkkk Desculpa 🙂

    • VICTOR PORTO

      Até eu, que já estou meio receoso por causa da nova build que dá às operadoras o “poder” de restringir updates, ainda vejo uma dessa…
      ainda bem que li até o final, hehe…

      • Hahahaha. Fez muito bem!

      • A build não dará poderes as operadoras para barrar atualizações, elas sempre o tiveram. Por tanto, não precisamos nos preocupar

    • Eu mesmo quase passei dessa pra uma outra D:

      • Rafael Lima

        [+1]