NotíciasRumor

Novas informações do Windows Lite OS são reveladoras

windows 10
Conceito de interface do usuário do Windows Lite OS criado pelo próprio Brad Sams

Eis que surgiram novas informações sobre o Windows Lite OS, ou apenas Lit OS. Brad Sams, de novo, trouxe novas informações sobre a novidade da Microsoft que são bem interessantes.

A primeira delas, onde ainda há muita confusão nas informações, é que o Lite OS não seria o Windows 10, mas sim, um sistema operacional novo e independente, o que é uma grande mentira. Ele é sim o próprio Windows 10, porém, numa versão mais otimizada. Basta dizer que o Lite OS seria o Windows 10 no Modo S ainda mais otimizado.

Brad revelou ainda que a Microsoft dividiu seus usuários em duas categorias: light e heavy, ou seja, usuários básicos e usuários avançados.

O perfil light é aquele usuário padrão que usa o Windows para gerenciar seus arquivos pessoais, para ler, consumir mídia e navegar na internet. O usuário avançado seria aquele que faz de tudo com o S.O., desde programação até edições mais pesadas. O Lite OS seria voltado justamente para o usuário light, enquanto que a versão padrão do Windows 10 para todos os demais, inclusive os corporativos.

windows 10
Conceito de interface do usuário do Windows Lite OS criado pelo próprio Brad Sams

A interface do usuário vai mudar, porém, nada gritante ou que exija uma grande curva de aprendizagem. Muito pelo contrário, já que o OOBE (Out of Box Experience) ainda será semelhante ao do Windows 10. Já falamos aqui que muito provavelmente ele não contará com as Live Tiles, e esse é um bom exemplo de mudança.

É bom reforçar mais uma vez que mesmo que você possa estar pensando que a empresa está seguindo um caminho para ter dois sistemas operacionais “diferentes”, este não é o caso.

A empresa prevê que, no futuro, o Lite OS crescerá para abranger a maioria dos recursos de que os usuários mais exigentes precisarão, mas ainda não se espera que ele ultrapasse todo o portfólio empresarial, ou seja, ele será apenas mais uma tentativa de emplacar um Windows mais leve e mais dependente da loja que atenda a grande maioria dos consumidores. 

Por falar em loja, assim como o Windows RT e o Modo S do Windows 10, o Lite OS, ao menos num primeiro momento, só vai rodar aplicativos e jogos disponíveis na Microsoft Store e PWAs. Existe sim a possibilidade dos win32 serem suportados, porém, isso pode não estar disponível num primeiro momento.

windows lite
Outro conceito do Windows Lite OS

Por enquanto, saiba que a empresa está colocando uma ênfase absoluta em interações simples e manutenção – eles não querem acabar com uma nova versão do Windows que tenha a mesma “carga” do Windows 10, que já leva outras cargas de versões anteriores do software.

Sams disse ainda que os planos são para equipar uma nova família de dispositivos. Fabricantes parceiras, as chamadas OEMs, também estariam trabalhando em novos hardwares, e a Microsoft está atualmente suportando chipsets Intel e ARM, mas se ambos serão lançados, isso ainda não sabemos.

Não vamos confundir as coisas, como por exemplo, o Windows 10 para chips ARM é o Windows 10 completo, podendo inclusive instalar Apps win32 se assim o usuário desejar; O Windows 10 no Modo S é o Windows completo, mas com o modo S ativado o S.O. passa a permitir apenas a instalação de aplicativos provenientes da Microsoft Store e aumenta a chamada “camada de proteção” do sistema; já o Windows Lite OS será diferente em muito mais coisas, inclusive na UI, porém, continua sendo o Windows 10.

O mais concreto é que o Lite OS será leve, descomplicado, intuitivo, seguro e fácil de manter. Sem dúvida alguma exigirá um hardware simples para oferecer uma boa performance e experiência de usuário. Quem sabe CloudBooks e Tablets aproveitem e muito a novidade.

Fonte > petri

Alexandre Lima
Microsoft MVP Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!