Notícias

Novidade para o Windows Defender vai deixar todo mundo mais seguro

Em breve, o Windows Defender, antivírus nativo do sistema operacional da Microsoft, vai ficar ainda mais seguro. Um novo recurso chamado “Proteção contra adulterações” será implementado no aplicativo. A novidade consiste em uma ferramenta que impeça o malware e os vírus de agir contra as proteções do Windows. Seu principal papel será o de ser uma barreira contra um ataque cada vez mais comum.

windows defender
Nova opção do Windows Defender – Proteção contra adulterações

Esse recurso se baseia no recurso de sandboxing do Windows Defender Antivirus anunciado anteriormente e expande as estratégias de proteção contra adulteração existentes na Proteção Avançada contra Ameaças do Defender .

A proteção contra adulteração é uma nova configuração disponível no aplicativo Segurança do Windows, que oferece proteções adicionais contra alterações nos principais recursos de segurança, incluindo a limitação de alterações que não são feitas diretamente por meio do aplicativo.

A ativação desse recurso impede que outras pessoas (incluindo aplicativos maliciosos) alterem recursos importantes de proteção, como:

  • Proteção em tempo real, que é o principal recurso de verificação de antimalware do Microsoft Defender ATP da próxima geração de proteção e raramente, ou nunca, deve ser desativado
  • Proteção fornecida pela nuvem, que usa os serviços de detecção e prevenção baseados em nuvem da Microsoft para bloquear malwares nunca vistos antes em segundos
    IOAV, que lida com a detecção de arquivos suspeitos da Internet
  • Monitoramento de comportamento, que trabalha com proteção em tempo real para analisar e determinar se os processos ativos estão se comportando de maneira suspeita ou maliciosa e os bloqueia
  • O recurso também impede a exclusão de atualizações de inteligência de segurança e a desativação de toda a solução antimalware.

Quem poderá usar o recurso?

Usuários domésticos do Windows já terão o recurso ativado por padrão quando o Windows for instalado. Se você estiver atualizando e a proteção fornecida pela nuvem estiver ativada, o recurso de proteção contra violações também será ativado.

Para clientes corporativos (como aqueles com uma licença ATP do Microsoft Defender), esse recurso será ativado e só poderá ser gerenciado no console de gerenciamento do Intune. Os usuários administradores de dispositivos locais não poderão alterar a configuração. Isso garante que até mesmo aplicativos maliciosos – ou atores mal-intencionados – não possam substituir localmente a configuração. Observe que o gerenciamento corporativo não está disponível nas versões de pré-visualização atuais do Windows 10, mas estaremos trazendo-o para visualização em breve.

windows-security-tamper-protection-enterprise.png

Qualquer versão insider mais atual do Windows 10 já conta com a novidade. Então, se você está inscrito no programa insider e já usa uma build recente (Fast Ring), experimente ir até a Central de Segurança do Windows e busque pela opção “Proteção contra adulterações”.

Fonte > Microsoft

Alexandre Lima
Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!