Novo realtório da Kantar continua mostrando a constante queda do sales share do Windows Mobile

0

Como já era de esperar, o novo relatório da Kantar WorldPanel revela que o Sales Share (vendas) do Windows Mobile continua em queda livre, mesmo em países onde antes ele chegou a ter mais de 15% do mercado. Um bom exemplo disso é na Itália, onde o Windows Phone já respondeu por mais de 15% das vendas dentro do mercado de smartphones no passado, e hoje não passa dos 4%.

Os dados de Q4 de 2016 (quarto trimestre de 2016, que compreende os meses de outubro, novembro e dezembro), mostram que foram poucos os consumidores que optaram por comprar um modelo de Windows Phone/Windows 10 Mobile. Veja no gráfico a seguir:

Comparativamente falando, o gráfico mostra como o declínio do Windows Phone no mercado foi acentuado e rápido. Na Grã-Bretanha, por exemplo, a queda foi uma das mais acentuada, saindo de 9,2% em 2015 para 1,7% em apenas 1 ano. Em mercados super ultra maga importantes, como o americano e o chinês, os índices também são péssimos, e foram de 1,6% para 0,8% e de 1,2% para 0,1% respectivamente em um período de 12 meses. Na China, por exemplo, ter 0,1% de Sales Share significa dizer que apenas 0,1% das pessoas que comprar um novo smartphone, optam por comprar um Windows Phone.

Os motivos para isso são os mesmo já conhecidos de todos, que são o gap de Apps tradicionais com relação as lojas do Android e do iOS, assim como a falta de investimento de marketing por parte da Microsoft e de suas OEMs e, por fim, por um dos mais importantes motivos, que é a ausência de novos hardwares (aparelhos) para comprar.

A oferta de aparelhos é escassa em todas essas regiões, e nisso podemos incluir até mesmo os Lumias da Microsoft, que sumiram das prateleiras das lojas e também dos estoques das lojas online. Acrescente ai também a própria Microsoft Store. Segundo fontes, os Lumias já não são nem mais fabricados em lugar algum.

O Yamada Denki é um bom exemplo de Windows 10 Mobile lançado no Japão recentemente

O motivo que tomamos como principal para justificar a enorme queda de Sales Share pode ser explicado e confirmado se olharmos para o Japão ali no gráfico. Ele foi o único país onde o Sales Share do Windows Phone/Windows 10 Mobile cresceu nesse mesmo período, mesmo que pouco, indo no sentido contrário das demais regiões. Mas, porque? Por que por lá várias fabricantes lançaram vários modelos com Windows 10 Mobile de fábrica e os colocaram no mercado para vender e ainda investiram em marketing, diferente do que foi feito nos demais locais. Aqui está o nosso Brasil como um bom exemplo do contrário do que foi feito no Japão… aqui nem temos novos aparelhos, muito menos marketing.

Enfim, hoje só nos resta fazer uma pergunta: O que a Microsoft pensa sobre isso e o que ela está fazendo a respeito?

Fonte: Kantar

Share.

About Author

Funcionário Público Federal, formado em Licenciatura em Química, Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta do Windows Phone. Carpe Diem