Novo relatório do IDC Brasil mostra o Windows Phone a frente do iOS em vendas

173

smartphones (1)

De acordo com o mais novo relatório do IDC Brasil, o Windows Phone passou o iOS da Apple mais uma vez em volume de vendas. Os dados coletados correspondem ao período entre os meses de julho e setembro deste ano.

Esse mesmo levantamento mostra também que o brasileiro está pagando menos por celulares mais sofisticados. Tanto que os aparelhos considerados intermediários, que custam entre R$ 450 até R$ 900, já vendem mais do que os de entrada, que custam até R$ 450.

Com relação as vendas totais, o IDC computou mais um recorde de vendas de smartphones no país, registrando um aumento de 49% em relação ao mesmo período do ano passado. No total foram vendidos mais de 15 milhões de unidades.

Desses 15 milhões, 91% são aparelhos equipados com o Android da Google, na frente disparado. O que sobra é dividido pelos demais, e é nesse pequeno percentual que a Apple e a Microsoft travam sua própria batalha, só que desta vez quem ganhou foi a Microsoft, que se superou a empresa da maça em volume de vendas mais uma vez.

Novamente os resultados de vendas superaram nossas expectativas. Os smartphones não foram impactados pelos problemas que afetaram outros mercados e a tendência é que mais um recorde seja quebrado no próximo trimestre“, afirma Leonardo Munin, analista de pesquisas da IDC Brasil. Para ele, alguns fatores contribuem para a popularização dos aparelhos – em especial, a oferta de aparelhos mais baratos. “No começo de 2011, o preço médio de um smartphone era de R$ 900. No segundo trimestre, caiu para R$ 700 e agora está em R$ 500“, afirmou o analista.

Essa análise do especialista responde a pergunta de porquê os modelos com Windows Phone têm vendido mais do que os modelos de iPhone, justamente devido ao preço. Não existe um iPhone que custe o mesmo valor de um telefone intermediário. Muito pelo contrário, dá para comprar cerca de 3 desses com o valor pago por um iPhone mais atual, por exemplo.

Outro dado interessante é que a tendência das telas grandes continua em alta. Em 2011, 93% do mercado era composto de aparelhos com tela abaixo de 4 polegadas e, em 2014, projeta-se que o mercado de smartphones termine o ano com mais de 63% de telas acima de 4 polegadas. Com relação aos phablets – dispositivos acima de 5 polegadas -, a IDC acredita que até o fim de 2016, 50% do mercado mundial seja composto por phablets, como o Lumia 1320 e o 1520.

Nokia-lumia-1320

Fontes: IDC Brasil via: Istoé

Obg ao @petpepeco pela dica 😉

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!

  • Pingback: Pesquisa de site brasileiro mostra que os Lumias 630, 730 e 930 estão entre os melhores lançamentos de 2014()

  • Pregador

    os correios de fortaleza ou juazeiro do norte – ce roubaram meu lumia 830! e a nokia/microsoft não faz nada, cadê o suporte, ou será que vai abandonar com o windows phone 7.8? esse relatório está incluso os roubados?

  • Duds

    Eu pulei para o Android a uma semana, mas não tenho como não ficar feliz com essa notícia. O Windows Phone é muito bom, mas muito inferior ao Droid, só que, com a popularização cada vez maior, vai chegar um tempo que a Microsoft vai investir pesado no desenvolvimento da plataforma como ela faz com outros produtos. Além de implementar diversa funções e transformar o trabalho de criar apps e as API s boas prós desenvolvedores, ela precisa abrir o sistema, nao a nível de código fonte, mas impor liberdade semelhantes às do Windows de PC, tornando a vida deles mais fácil pra criarem apps cada vez mais criativos e dar tranquilidade ao usuário personalizar como quiser. Uma boa idéia seria desenvolver duas UIs, continuar com a Metro e reescrever o Aero do Windows 7 completamente para Smartphones. Isso ia dar uma aceitação tremenda dos usuários.

  • Rodrigo Lage

    Tenho uma amiga que é rica, porém é uma pessoa simples, ela mesmo tendo condições de ter o mais caro do iPhone, ela adora um celular Nokia dela daqueles bem antigos, o Features Phones, simples modelos. A filha dela estuda numa das escolas particulares da cidade, uma das melhores, e ai veja, ela tem um Galaxy normal, porém a amiguinha da escola tem um iPhone e fica tirando onda dela, isso, criança de 9 anos, e ficou o ano todo pedindo para o pai comprar, a mãe disse que não iria dar para ela um iPhone, porém o marido comprou dois iPhones um para a filha e uma para a esposa, ela pirou com ele, pois ela acha caro pagar caro em aparelhos celulares, para ela, mais de 1.000 reais é um abuso, e ele comprou escondido… Ou seja, isso é tudo mania de querer o que o outro tem.