Durante a CES 2018 em Las Vegas, a Nvidia apresentou muitas novidades. Vamos começar pelo lançamento do beta gratuito do serviço de streaming de jogos GeForceNow, que promete entregar games em Full HD e 120 FPS através de transmissão pela internet e cloud computing.

Você pode acessar aqui o site da empresa e se inscrever para o período de testes, que ainda não tem data confirmada para começar. O serviço está disponível na América do Norte e Europa.

A proposta do GeForceNow é permitir que jogadores com máquinas com configurações mais fracas, possam jogar games AAA sem precisar investir em um novo PC, por exemplo. O usuário irá rodar jogos compatíveis usando a computação em nuvem que irá transmitir o jogo em tempo real para o seu PC ou Mac.

Compatível com a Steam, Uplay e Origin, o serviço GeForceNow dispensa a instalação do jogo no seu PC, já que os servidores da Nvidia é quem vai dar conta de toda a atualização e renderização dos games.

O serviço exige uma conexão mínima de banda larga de 10 Mb/s para funcionar e 20 Mb/s para rodar jogos em 720p e 60FPS e 50 Mb/s para 1080p e 60FPS. Games como o Fortnite podem alcançar até 120 FPS em uma conexão de alta qualidade.

O GeForceNow é gratuito durante o beta preview, depois, a versão pública do serviço da Nvidia custará $25 dólares por 20 horas de gameplay na nuvem, além de exigir que o usuário tenha comprado os jogos também.

Big Format Gaming Displays

Jogar o seu game preferido na sua TV gigante da sala nem sempre é algo confortável, já que o input lag ou o atraso de comandos do controle/teclado é muito alto, mesmo no Modo Game. Pensando nisso, a Nvidia, em parceria com a Acer, Asus e HP, lançaram o Nvidia BFGDs – Big Format Gaming Displays, um gigante monitor gamer de 65 polegadas, 4k, HDR, 120Hz e G-Sync.

Além disso, as telonas da Nvidia trazem suporte nativo para streaming de conteúdos, acesso à biblioteca de games do Android e os softwares que todo mundo conhece, como o Netflix, Youtube, Hulu, Amazon, Twitch entre outros, e o Google Assistant para controlar dispositivos conectados, no melhor estilo Smart TV.

Os modelos trazem um brilho de 1000 nits, backlight ativo, tecnologia com Quantum Dots, gama de cores DCI-P3 e no modelo ASUS ROG, um ângulo de visão de 178 graus.

Preço? Nenhuma empresa informou quanto vai custar a brincadeira, portanto, espere por um valor premium. Os monitores de alto desempenho da Nvidia deverão chegar ao mercado no segundo semestre de 2018.

Em um futuro bem próximo que será dominado pelas telas, de todos os tipos e todos os formatos, é bom ficar de olho nesse seguimento. #ficaadica

Parceria com a Uber e a Volkswagen

A Nvidia anunciou em Las Vegas também que a Uber e a Volkswagen vão utilizar seus componentes no desenvolvimento e fabricação de carros autônomos. Além destas, a Nvidia possui parceria com a Tesla e a empresa de tecnologia Baidu.

Jensen Huang, executivo da empresa, disse que frota de carros autônomos do Uber já usa a tecnologia da Nvidia em seus veículos e sua nova AI (inteligência artificial) Drive IX também está em uso na Volkswagen. Segundo a empresa, os veículos terão um sistema de copiloto inteligente, baseado no processamento de dados captados por sensores no interior e exterior dos veículos.

A nova geração de processadores para carros autônomos, chamados de Xavier, chegará no primeiro trimestre deste ano. Segundo a empresa, o chip faz 30 trilhões de operações por segundo, CPU de 8 núcleos, GPU de 256-core baseado na arquitetura Nvidia Volta, componentes personalizados para acelerar a aprendizagem profunda, visão computacional e processamento de vídeo 8k e consome apenas 30 watts de energia.

Fonte: Adrenaline / Meio Bit e Bloomberg