O Andromeda OS vai substituir o Windows 10?

0

Não! O Andromeda OS não é um novo Windows ou um novo S.O. que vai substituir o Windows 10. Também não é o novo Windows 10 Mobile ou coisa do tipo. Na verdade, estamos falando de um codinome que foi atribuído a uma futura compilação, uma build, um branch do Windows 10 e nada mais. Seria algo parecido com o nome Redstone, que é o codinome para um pacote de atualizações do Windows.

É natural que muitos suspirem por um novo S.O. de Redmond, especialmente para smartphones, porém, não adianta colocar a carroça na frente dos bois… a Microsoft não é boba amigos e tudo tem o seu “porquê”.

De fato, o Andromeda OS poderá trazer um monte de novidades para o Windows 10. Não poderia ser diferente, afinal de contas, qual o intuito de qualquer atualização, senão, melhorar e evoluir o software? A questão e a pergunta mais pertinente deveria ser: o que o Andromeda OS trará de novo para o Windows 10?

Acreditamos que está versão será o futuro backbone do Windows e isso é um passo monumental para tornar o Windows 10 um sistema operacional puramente universal. Em suma, o Andromeda OS poderá ser um denominador comum para o Windows que funcione em plataforma cruzada, em qualquer tipo de dispositivo ou arquitetura, que pode ser aprimorada com extensões modulares que forneçam características e experiências de dispositivos, quando necessário. Mas, ainda estamos falando de Windows 10.

Em termos leigos, seu objetivo final é tornar o Windows 10 muito mais flexível, permitindo que ele seja instalado em uma variedade maior de dispositivos sem se basear em variantes de produtos específicas e pré-existentes. Como resultado, o próprio Windows pode tornar-se menor, dependendo do dispositivo, o próprio sistema operacional pode ser construído mais rápido e os dispositivos não serão invadidos por componentes e recursos que eles realmente não precisam; acelerando o desempenho geral no processo em dispositivos menores ou menos capazes.

Tal “versão”, “compilação”, “build”, como preferir, deverá escancará o Projeto OneCore da Microsoft. Deve revelar até onde vai o poder da plataforma universal do Windows e muito mais.

Resultado de imagem para Andromeda OS Microsoft

Pode não ser dessa forma, mas quem sabe, no futuro. quando uma OEM do Windows comprar o software da Microsoft não precise mais escolher essa ou aquela versão (Windows 10 Home, Pro, S, Server etc), pois, depois do Andromeda OS, o próprio Windows saberá/entenderá onde ele está sendo instalado e poderá se adaptar, enquanto a OEM, por sua vez, poderia escolher esse ou aquele recursos que deseja habilitar no Windows e o S.O. ficaria extremamente personalizado.

Claro que tudo isso é pura especulação, exceto o fato de que o Andromeda OS não é um sistema operacional que irá substituir o Windows 10 ou coisa do tipo. Isso é uma verdade absoluta.

Fonte: Windows Central 

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!