O HERE Maps está à venda mas a Microsoft não deve ter interesse no serviço

0

HERE Maps carro

A Nokia já sinalizou que deverá “se livrar” do HERE Maps e coadjuvantes daqui há algum tempo. O serviço vem acumulando prejuízos para a Cia e pode ser vendido a qualquer momento.

A lista de interessados é grande e bem variada. Vai da riquíssima Apple de Steve Jobs a grandes montadoras de carros de luxo tão ricas quanto, como a BMW, Audi e Daimler. Essas últimas poderiam inclusive formar um grupo para pagar os U$ 3,2 bilhões que supostamente é o lance mínimo esperado pela Nokia para vender os serviços do HERE.

Além dessas empresas citadas acima, outras como a Hellman & Friedman, Amazon, Alibaba e até o Uber, parecem ter interesse no negócio, mesmo sem nenhuma delas ter se manifestado oficialmente sobre o assunto. Mas, e a Microsoft… não tem interesse também?

A princípio não. Porque? Por que a Microsoft já possui um primoroso serviço de localização e mapeamento chamado Bing Maps. Ele pode não ser tão bom quanto o HERE, mas é bem consistente. Tanto que no Windows 10 os mapas nativos serão os do Bing somados aos do HERE. Sendo assim, cremos que a Microsoft pagará a licença de uso do HERE a quem quer que ele pertença, contudo, dar uma oferta no serviço é bem improvável.

here-services

Nessa história toda um fato é irrefutável, que é o de que a Nokia arcará com um prejuízo bilionário ou vender essa divisão da companhia. Isso por que em 2008 eles pagaram U$ 8,1 bilhões pelo serviço e o venderão por menos da metade desse valor. Na época a Nokia tentava acumular diferenciais para bater de frente com o recém anunciado iOS + iPhone da Apple, o que nitidamente não deu muito certo.

A venda do HERE para outra companhia não deverá impactar em nada em sua disponibilidade nos Lumia, se é isso que você quer saber. O mesmo pode ser dito quanto as demais empresas que fazem uso do HERE em seus serviços ou dispositivos, como a Amazon, Baidu, Yahoo e Samsung.

Fontes: Reuters

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!