O processador Snapdragon 820 da Qualcomm só chegará no mercado em 2016

0

qualcomm snapdragon 820

Finalmente temos a explicação definitiva do porquê os novos Lumias top de linha não virão equipados com o novo processador da Qualcomm, o Snapdragon 820. Infelizmente a empresa adiou o lançamento do SoC para 2016.

As fabricantes até terão acesso ao novo processador nos próximos meses, contudo, serão enviadas a elas apenas amostrar do componente para que testes possam já começar a serem feitos, mas, só veremos smartphones novos e equipados com o Snap 820 em 2016.

Muita gente já estava de olho nesse novo SoC da Qualcomm, como a Sony, que pretendia lançar o Xperia Z5 com ele, a Xiaomi tinha planos de equipar o Mi5 com ele também, a LG iria adicioná-lo no G4 Pro, e até a Microsoft poderia usá-lo no Lumia 950 XL. Infelizmente as empresas só tem duas opções: ou lançam suas máquinas com o Snapdragon 810 (ou de outra marca), ou adiam o lançamento de seus produtos. Sabemos que dentre todos esses a Microsoft não adiará o lançamento dos seus tops, e, sem dúvida, veremos um deles rodando em cima de um Snpadragon 810.

Snapdragon 810 Qualcomm Lumia Microsoft_1

O Lumia 950 XL deverá vir equipado com esse modelo de processador

O dito “esquentadinho” da Qualcomm, o Snapdragon 810, realmente já apresentou problemas de superaquecimento em alguns smartphones anunciados esse ano, contudo, a Qualcomm já lançou a versão 2.0 desse modelo e novos testes foram bem satisfatórios. E para quem pensa que basta abrir o app do Facebook para fazer esse processador esquentar, não se engane, isso só acontece quando o telefone é exigido ao máximo, como em jogos muito pesados que usam conexão constante com a internet (ainda mais quando a conexão é 4G), porém, não é nada que os usuários do Lumia 930 já não tenham visto. Além do mais, o acabamento do aparelho interfere e muito nessa questão, e por isso são necessários meses de desenvolvimento para adequar a construção do aparelho ao seu hardware. Veja aqui que o Snpadragon 810 tem muito a oferecer.

Voltando ao Snapdragon 820, já é sabido que ele terá um desempenho até 40% maior do que seu irmão 810. Além disso, o consumo de bateria também será melhorado. Aqui seus principais destaques:

  • Ele foi fabricado em processo FinFET de 14 nanômetros (contra 20 do Snapdragon 810)
  • CPU Hydra baseada na arquitetura ARM v8 de 64 bits
  • GPU Adreno 530 (contra o Adreno 430 do 810)
  • Apoio as APIs OpenGL ES 3.1 e a API Vulkan
  • Novo motor gráfico com suporte para resoluções 4K a 60 FPS sobre HDMI 2.0

Fontes: TargetHD

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!