O Symbian chega ao fim de sua carreira

57

Depois de quase 14 anos de carreira, a Nokia acaba de descontinuar oficialmente o Symbian S.O. A empresa alega ter tomado essa decisão baseado no fato que as vendas de aparelhos equipados com esse S.O. Estão notoriamente insatisfatórias. Para se ter uma ideia, no último trimestre de 2012, foram vendidos 2,2 milhões de aparelhos com o Symbian, enquando no mesmo período foram vendidos exatamente o dobro de smartphones com Windows Phone.

Nokia-three-Symbian-Belle-devices-2012

O último aparelho da marca que usa o Symbian é o Nokia 808 Pure View. Um aparelho que mais parece uma câmera que faz ligações. O suporte aos atuais usuários continurá fime e forte, disse a própria Nokia, contudo, nenhum modelo novo será lançado usando esse sistema. Esse já é o segundo sistema operacional que a Nokia abandona em menos de 3 anos. Primeiro foi o Meego e agora o Symbian.

Nokia 808 pure view e fim do symbian OS

Ao que parece o foco da Nokia será mesmo o Windows Phone da Microsoft quando o assunto é smartphone. Já quando falamos em aparelhos de baixo custo, a empresa continuará apostando no S40, que nada mais é do que uma versão simplificada do Symbian. Ainda não sabemos se isso é ruim ou bom para nós consumidores, só sabemos que sentiremos falta do saudoso N95 e do poderoso N8. Esperamos dessa forma que a Nokia realmente invista tudo o que tem no Windows Phone, isso sim é bom para nós.

Nokia-Lumia-800-e-710-2

 Fontes: Tecmundo e UOL

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!

  • Alex Nogueira

    Até parece que o symbian é um sistema ruim. Quero ver um multitarefa verdadeiro da mesma forma que ele. Um multitarefa que não finge que o aplicativo sai.
    Como postaram, hoje um smartphone tem que ter uma loja com milhares de aplicativos. Muitos desses inutilitários. Preferem quantidade a qualidade. Na época do symbian, quem queria um smartphone incrementado, tinha que sair à procura do melhor, não ter tudo mastigado.
    Ainda me lembro do meu 6600: instalar jogos que época eram excelentes, players de áudio, blacklist que realmente funciona, dentre outras funcionalidades.
    Tela então nem se fala. Outro dia fui comprar um celular e me mostraram um com tela de 5,5″. Quando peguei o “celular”, quase tive um treco. Uma anomalia gigantesca que não cabe no bolso.

    Não volto pro symbian infelizmente porque o único que eu queria, não encontrei, que era o Nokia 808.

    Vai deixar saudades, viu…

  • Fernando Almeida

    E nove meses depois…. nasceu a criança.

  • Felipe

    oq esses cara não intende é que esse symbian foi feito pra rodar em aparelho pequeno e simples. Ninguem quer mais isso, queremos celulares com bastante APP para baixar, facil de usar, camera de qualidade, facilidade de comunicação e de 4 polegadas no minimo né meu ! Enfim problema nao é o OS e sim os aparelhos que o OS veio.

    • Manoel Nogueira

      Symbian em aparelho simples? Amigo, tu tem noção de quantos aparelhos tinham com mp3 player e tela de 176×208 quando o N-gage foi lançado em 2003? Ou mesmo quando o n95 foi lançado, quantos aparelhos tinham gps e gpu embutidos? E nem preciso dizer do N8…

      O symbian é um sistema sólido, que raramente dá problemas, é um sistema para quem deseja estabilidade e funcionalidade, sem contar o multi-tarefa dele.

      Mas concordo, é isso que o povo quer: aparelhos cheios de tranqueira e sem complicações de uso- nesse quesito, o Android é incomparável, sem contar as telas gigantescas que fazem o celular parecer um tablet e chamar mais a atenção do que uma mulher andando pelada em plena avenida… Estética vem, estabilidade vai… E assim a nova geração de smartphones se inicia, cheia de pseudo-entendidos que pensam que sabem alguma coisa só porque tÊm um celular com o sistema do robozinho verde…