Segunda-Feira, 17 de Dezembro de 2018
Home Aplicativos

Plataforma Uno quer destronar a Xamarin Forms da Microsoft

21/11/2018 1920 0
Plataforma Uno quer destronar a Xamarin Forms da Microsoft

Já pensou na ousadia? A plataforma Uno quer destronar a Xamarin Forms da Microsoft e assumir o lugar de plataforma de desenvolvimento mais versátil e completa do mundo.

Para quem não lembra, a Microsoft comprou a empresa responsável pela plataforma Xamarin em 2016. A aquisição foi comemorada por muitos e detestada por outros, mas o fato é que a Microsoft incorporou a Xamarin no Visual Studio e esta passou a fazer parte da plataforma de desenvolvimento universal da Microsoft que tem como centro o Visual Studio.

Mas, o que é o Xamarin?

Em suma, ele é uma plataforma de desenvolvimento de aplicativos (múltiplas plataformas). Suas ferramentas de desenvolvimento servem para criar aplicativos para o Windows, Windows Phone, Android e iOS.

Da esquerda para a direita: Nat Friedman, CEO e co-fundador da Xamarin; Scott Guthrie, vice-presidente executivo da Microsoft Cloud e Grupo de Empresas; e Miguel de Icaza, CTO e co-fundador da Xamarin em imagem de divulgação da compra da plataforma pela Microsoft em fevereiro de 2016

De uma forma geral ele suporta linguagens de programação como o C# (do Windows), Objective-C (do iOS) e Java (do Android). O que o Xamarin faz é reaproveitar um único código feito em uma única linguagem de programação para criar um APP para cada plataforma, evitando o trabalho de escrever esse mesmo APP em três linguagens de programação diferentes começando do zero sempre.

E o que é a Uno e o que ela faz?

A Uno se auto-proclama como uma estrutura usada para “ Criar aplicativos nativos para dispositivos móveis e Web usando XAML e C #”. 

Isso não soa como algo completamente novo, especialmente quando falamos sobre as outras opções disponíveis para essas soluções, mas a ideia da Uno é oferecer tudo isso de forma mais simples e integrada. Para provar que é mais produtiva a Uno divulgou a seguinte tabela comparativa.

O que mais chama atenção na tabela é o WebAssembly, esse que tem sido um tema quente para muitos desenvolvedores, já que sua adoção por navegadores modernos, bem como implementações de polyfill, como asm.js, significa que não será mais preciso escrever JavaScript para fazer coisas legais na web. Desenvolvedores devem concordar que isso seria uma mão na roda.

Um dos nossos leitores nos mandou o vídeo abaixo de um desenvolvedor que explora a plataforma Uno e sua empolgação mostra que a coisa tem futuro. Assista:

E posso dizer mais… se a Uno se popularizar e cumprir tudo o que promete, não duvido que logo logo tal empresa receba uma proposta de aquisição da Microsoft, pois, como já deu para perceber, a ideia é mesmo concorrer com plataformas como a Xamarin, que é da Microsoft.

Compartilhe:

Comentários: