Porque não existe nenhum aparelho Windows Phone com processador Dual Core?

13

Essa é uma pergunta bem interessante, pois, como ultimamente temos visto diversos celulares com Android equipados com processadores Dual Core a venda no mercado, os usuário do Windows Phone deveriam sentir uma certa inveja dos fãs do robozinho da Google, certo? Errado!

No futuro, com certeza veremos aparelhos com Windows Phone equipados com processadores Dual Core, contudo, no momento isso não se faz necessário.

Segundo a própria Microsoft, o Windows Phone foi projetado para rodar com processadores mais simples e utilizar o mínimo de memória RAM possível. Inclusive até a Mango roda tranquilamente com as configurações de hardware dos primeiros aparelhos que foram lançados no ano passado. E por que isso? Por que processadores de múltiplos núcleos consomem bem mais bateria do que de núcleo simples (Single Core), então, pensando na compatibilidade funcional do bom desempenho do sistema com a durabilidade da bateria e o custo total, o sistema foi projetado para ser extremamente leve. O Windows 8 também terá esse intuito, rodar em hardwares básicos sem causar qualquer penalidade a “potência” do sistema. Rumores já demonstram o interesse da Microsoft em construir o código fonte do Windows Phone usando o mesmo Kernel do Windows 8. Dessa forma, veremos o quanto é eficiente uma programação de qualidade e inteligente.

Dos concorrentes do WP7, temos apenas o iOS da Apple que segue essa mesma linha de pensamento. O sistema da Apple foi projetado para funcionar em aparelhos novos e antigos, obviamente respeitando as limitações de hardware de cada aparelho, tanto que, o iPhone 3G ainda recebe atualizações de software junto com seus irmãos mais novos, mas, não tem acesso a alguns recursos das novas versões. Todos já devem ter reparado que quando a Apple lança um update para o iOS, todos os aparelhos tem acesso a atualização justamente pelo fato do sistema exibir menos do hardware do aparelho e por possuir uma interface “universal”, isto é, sem modificações extremas. Da mesma forma acontece com o Windows Phone. Diferentemente das demais, o Android da Google sofre e muito com a fragmentação, pois, por ser de código aberto, as empresas o modificam a sua vontade, deixando o sistema com a “sua cara”, contudo, rapidamente o hardware do aparelho fica defasado e é preciso comprar um modelo mais novo com um hardware mais potente, hardware esse que é exigido para rodar versões mais novas da plataforma.

Enfim, no momento termos um aparelho com um processador Single Core equipando nossos Windows Phone’s é mais vantajoso do que pagar mais caro por um processador Dual Core que poderia não fazer tanta diferença no desempenho global do sistema. Tanto que, a HTC lançou dois novos modelos com processadores de núcleo simples, mas, com velocidades maiores, o que proporciona um melhor desempenho de todo o sistema sem abusar da bateria. Lembro que, no mundo da tecnologia, a compatibilidade do hardware com o software é mais importante do à potência dos componentes presentes no dispositivo, estou certo?

Fontes: pocketnow

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!

  • felipe

    eu tenho um ipod touch 2gen, ele tem muito desempenho, rodo o iOS4 com 128mb de RAM e 533mhz, e aindo jogo com qualidade que um android de 1gb de RAM e 1ghz dual-core. a bateria tem 900mAh e ainda dura 24hr de musica. Noto que ele ta ficando um pouco “velho” e pretendo trocar por um windows phone 7.5…

  • Renato

    Eu acho que não é bem assim. Pelo que li o Mango não suporta dual-code. Eu acredito que a grande espera da Nokia para lançar um celular com o WP7 seja isso. Ela vai conseguir lançar celulares médios, mas tops, me desculpem, precisa ter dual core sim. E duvido que os celulares com WP7 sejam mais baratos, mesmo tendo processadores single core.

  • Wagner

    O iphone 2G deixou de receber atualizações em 2009. O iphone 3G parou no IOS 4.2 (já existe o 4.3.3) e mesmo assim ficou super lento com as atualizações do IOS 4 , o iphone 3gs e o 4 são os únicos que até agora ainda recebem as atualizações. Cometeram alguns erros nesse post :/

    • Se observarmo que o iPhone 2G tinha mais de 2 anos quando deixou de receber atualizações, acredito ser um tempo considerável, assim como o 3G que perdurou por ainda mais tempo. Então, se meu Samsung Omnia 7 receber atualizações da Microsoft durante 2 anos, já vou ficar muito feliz :), pois, com a evolução dos software e dos hardware hoje, 6 meses já é tempo suficiente para deixar muita coisa ultrapassada, como o Android 2.1 por exemplo.

      • Wagner

        É, realmente. 🙂

      • Anderson

        Você tem um Omnia 7? Estou pensando em comprar outro smartphone ano que vem e estou seriamente pensando em mudar para WP7. Vale a pena o Omnia 7?

        • Anderson… o aparelho é mais do que bom. Basta vc imaginar que vc terá um Samsung Galaxy S nas mãos só que, com um sistema operacional muito superior, mais rápido, simples e bonito, além disso, a caracaça desse aparelho é toda de metal, ele é da espessura do iPhone 4 (ligeiramente mais espesso), excelente câmeram, tela de Super Amoled e com o Windows Phone não tem errada.

  • Leo

    Eu não ligo para smartphone dual core não pra min um processador 1,4 GHz tbm d+

  • @lfcrodrigues

    A ideia do Symbian era parecido tambem, tanto é que a Nokia só esta entrando agora nos chips de 1ghz. Não há software que consiga usar todo o poder do dual-core, é comprar um carrão e não ter estrada que preste pra andar, só vai gastar gasolina atoa.
    Espero que a Microsoft atualize por bastante tempo os smartphones, afinal, atualizações são sempre bem vindas!

    • verdade, acredito que ao menos até a Tango estamos garantidos.

  • Pingback: Porque não existe nenhum aparelho … – Windows Phone Brasil | GSM Brasil()

  • Jonatas H. Silva

    Está corretissimo, o windows phone está seguindo o melhor conceito mesmo, principalmente para otimizar a vida da bateria que hoje ainda é a nossa grande limitação. Além disso, o desempenho e suavidade do sistema operacional windows phone 7 causa inveja a qualquer dono de galaxy II que já tenha alguns programas instalados, pois é Android segue o mesmo conceito dos OS mobile antigos como Windows Mobile e Synbiam OS, que por possuirem uma arquitetura muito similar ao de um OS de desktop, acabam exigindo um hardware bem mais pontente e mesmo assim, no caso dos androids, quando vc rola o menu de apps por exemplo, sente uns legs mesmo em devices como Atrix e Galaxy II. Isso me parece um OS não muito otimizado.

    • Muito bem colocado! Minha experiência com celulares Android beirou o traumatizante.

      Hoje só me aventuro apenas no Honeycomb do tablet que, mesmo sendo muito mais interessante que o simplório Gingerbread, continua cheio de falhas e erros toscos.