Presidente da Microsoft na índia: Vamos continuar vendendo Lumias

0

Não tem muito tempo que postamos uma notícia que dizia que a Microsoft poderia parar de vender seus telefones da linha Lumia até o final deste ano. Na ocasião deixamos bem claro que tudo não passava de um rumor, até porque não havia nenhuma informação oficial da empresa. Agora, o presidente da Microsoft na Índia veio a público para afirmar que a empresa vai sim continuar vendendo Lumias, pondo um fim ao tal rumor.

Bhaskar Pramanik, presidente da Microsoft Índia

Bhaskar Pramanik, presidente da Microsoft Índia

A informação foi repassada durante uma entrevista com o Sr. Bhaskar Pramanik (presidente da Microsoft na Índia) ao pessoal do gadgetsnow. Entre as várias informação que Pramanik repassou durante a entrevista, ele falou:

“… a empresa tem múltiplas opções em termos do que ela vai fazer e, no momento atual, a empresa vai continuar vendendo o que ela já tem no mercado, incluindo a linha Lumia de smartphones e até mesmo Features Phones da Nokia”. 

Ficou mais do que claro que os Lumias 550, 650, 950 e 950 XL continuarão no mercado, assim como aparelhos como o recentemente lançado Nokia 216, que é um feature phone. Se ele não falou em prazo, ninguém pode sair por ai dizendo que é até o final de 2016. Depois disso, cremos que eles devem sair de linha só depois da chegada do Surface Phone, e olhe lá, tendo em vista que os telefones estarão em categorias diferentes.

Lumia 950, Lumia 950 XL e Lumia 550

Lumia 950, Lumia 950 XL e Lumia 550

Depois de falar um pouco sobre isso, Pramanik também disse que a empresa não tem foco apenas no desenvolvimento de hardware para mobile, como também em seu software e aplicações mobile, tal como Cortana, Skype, OneDrive, Bing, Office, etc.

Ele preferiu não comentar sobre novos hardwares (entenda-se Surface Phone ou novos Lumias), mas deixou claro que há várias coisas em transição neste momento e reafirmou que a companhia está comprometida com o mobile. Ele disse que a Microsoft vê o mercado mobile muito mais além do que um aparelho aqui ou ali. Ele falou em “valor agregado”, nitidamente falando sobre o “ecossistema” Windows, suas aplicações como um todo e também sobre suas aplicações mobile para outras plataformas.

Por fim, o indiano terminou reconhecendo que a empresa não está em sua melhor fase, no entanto, ela está bem a frente do ponto que seus especialistas esperavam que ela estive nesse momento do tempo.

Share.

About Author

Funcionário Público Federal, formado em Licenciatura em Química, Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta do Windows Phone. Carpe Diem