Qi Lu deixa a Microsoft e Nadella anuncia os novos planos em AI para o futuro

0
Qi Lu

Qi Lu

Vice-Presidente Executivo da Microsoft e líder de produtos como Office, Bing e Cortana, Qi Lu está saindo da Microsoft e Satya Nadella vai reorganizar a sua equipe e dividi-la em unidades de novos negócios em separado.

Ele não saiu para um concorrente ou novos projetos, e sim, está de licença por alguns meses, já que sofreu um acidente de moto, o que o impede de seguir com seu trabalho na Microsoft.

Nadella enviou um e-mail aos empregados para informá-los sobre a remodelação. Leia um trecho:

Primeiro, meu amigo e colega Qi Lu tomou uma decisão muito pessoal e difícil de deixar a Microsoft para concentrar todo o seu tempo no restabelecimento de condições de saúde, causadas por uma lesão prévia. Enquanto Qi se recupera, ele continuará a servir como um conselheiro pessoal de Bill Gates e eu. Desejo uma recuperação rápida e completa de Qi nos próximos meses e quero lhe agradecer por tudo que ele fez para a Microsoft.”

Nadella - Ignite 2016

Satya Nadella

Mas o CEO da Microsoft foi além e revelou algumas mudanças:

Como nós olhamos pra frente, esta semana na Ignite, concentrei minha palestra sobre democratização AI (inteligência artificial) para cada pessoa e cada organização do planeta. Estamos à beira de uma mudança de paradigma na computação, que é diferente de tudo o que temos visto em décadas. Isto levará a inteligência artificial (AI) sendo infundida amplamente em nossas plataformas de computação e experiências. Capacidade de computação de algoritmos avançados, hiperescala, e a capacidade de trabalhar em grandes conjuntos de dados, são o que nos permitem avançar esta mudança em tudo que fazemos para os clientes. Para acelerar esta visão, pedi ao Harry Shum para liderar a Microsoft AI e o grupo de pesquisa, reunindo pela primeira vez, nossa organização de investigação de classe mundial, ao lado de todos os nossos esforços de produto AI.

O que é a Microsoft AI e o grupo de pesquisa que Nadella anunciou?

harry-shum

Harry Shum

É um novo grupo que irá juntar Microsoft Research, juntamente com o grupo de plataforma de informação da empresa, grupos de produtos Bing, Cortana e equipes de ambiente de computação e robótica. O grupo combinado incluirá mais de 5.000 cientistas da computação e engenheiros, que vai ajudar a acelerar essa evolução em AI.

Harry Shum, veterano da Microsoft há 20 anos, que anteriormente era o Vice Presidente Executivo de tecnologia e pesquisa, agora, líder do projeto Microsoft AI, disse:

“Estamos criando ferramentas para tornar mais fácil para os profissionais que hoje são muito ocupados, lembrarem de seus compromissos, membros da família de outros países conversarem entre si, apesar das barreiras linguísticas, e os usuários de smartphone multitarefa enviarem textos mais rapidamente. E ao mesmo tempo, estamos também fornecendo às empresas, ferramentas que eles precisam para incorporar a inteligência em cada produto que constroem e tomam decisões de negócios.”

Bill Gates

Bill Gates

Quando Bill Gates criou o Microsoft Research (MSR) há 25 anos atrás, alguns dos primeiros trabalhos eram focados em AI, incluindo discurso, linguagem natural e visão computacional. Desde aquela época que a Microsoft continua investindo em pesquisa, empurrando as fronteiras do AI e áreas afins, tais como aprendizado de máquina. Mais recentemente, o MSR definiu novos parâmetros para o reconhecimento de discurso e imagem, usando a aprendizagem profunda — trabalho que alimenta muito dos novos produtos da empresa, como por exemplo, o motor de busca do Bing, que beneficiou-se muito de fortes parcerias entre pesquisadores e engenheiros. E descobertas mais recentes, como o Microsoft Graph, são produtos do mesmo tipo de colaboração.

Ferramentas como o Skype Translator, chatbots e a assistente virtual Cortana, não estariam no mercado sem anos de investimento em aprendizado de máquina, reconhecimento de voz e processamento de linguagem natural. Hoje, a Cortana está atendendo 113 milhões de clientes e respondendo mais de 12 bilhões de perguntas.

Nos negócios, a Cortana Intelligence Suite, permite aos clientes tirar proveito de pesquisas e as inovações do Bing para criar produtos que possam melhorar a segurança, avaliar o estado emocional das pessoas e reconhecer o mundo ao nosso redor.

Satya Nadella

Com o Microsoft AI e o novo grupo de pesquisa, a empresa marca o próximo passo nessa jornada para democratizar a AI pelo mundo. Como disse Satya Nadella:

“Estamos perseguindo a AI para que possamos capacitar cada pessoa e cada organização, com ferramentas que eles possam usar para resolver os desafios mais urgentes de nossa sociedade e nossa economia.”

Microsoft CognitiveMicrosoft Pix

Computational Network Toolkit (CNTK) Skype TranslatorCortanaSharepoint

Produtos Microsoft Research

Será a Inteligência Artificial (AI) a grande virada da Microsoft, principalmente no mobile?

Fonte: Blog Microsoft

Share.

About Author