Sábado, 15 de Dezembro de 2018
Home Notícias

Quer um gadget novo em 2015? Pode ir preparando a grana

22/01/2015 102 0
Quer um gadget novo em 2015? Pode ir preparando a grana

Eu sei que política econômica não é o forte do Windows Team. Também sei do quão polêmico esse assunto virou no Brasil no último ano por causa das eleições. Entretanto, eu não poderia deixar de trazer aqui esse tema que pode sim impactar diretamente no crescimento do Windows Phone (Mobile?) em terras tupiniquins.

Essa semana o ministro da Fazenda anunciou uma série de medidas que afetam não só o bolso de quem compra produtos de mais alto nível, como também do consumidor padrão. No total são quatro reajustes que vão tirar muita grana dos cofrinhos brasileiros em 2015. Vou apresentar apenas os dois, que creio serem os mais impactantes para nosso cenário de tecnologia.

1) PIS e COFINS sobre produtos importados agora vão de 9,25% para 11,75%.

Se você não manja de matemática financeira e tributaria vai por mim: 2,5% NÃO é troco de pinga. Isso significa que se você quer comprar um PC ou smartphone importado pode ir preparando a carteira.

Ainda não será dessa vez Surface

Ainda não será dessa vez Surface

2) Esse não vai demorar muito para você perceber: Aumento do PIS e COFINS sobre combustíveis. A gasolina será taxada em R$ 0,22 o litro enquanto o diesel em R$ 0,15 o litro.

Isto tem um impacto direto no preço de qualquer produto, já que ainda não inventaram o tele transporte e praticamente tudo no Brasil transita via meio rodoviário. E sim, muito em breve você vai notar a diferença no posto de gasolina perto da sua casa.

Tá, ok, entendi…. mas, em que isto afeta o universo Windows Phone/Windows?

A Microsoft esta definitivamente apostando em equipamentos de baixo custo, vide Lumia 530, 535, 532 e 435. Esses equipamentos são obviamente pensados para um publico com menor poder aquisitivo, e que em muitos casos comprometem a renda familiar para ter um smartphone decente. Com o aumento de praticamente todos os produtos (não apenas de tecnologia) é de se pensar que muita gente vai dar prioridade na compra de produtos básicos (como alimentos e vestuário) a trocar de celular.

Resumindo: Mais impostos -> Maior a inflação -> Menor o poder aquisitivo -> menos smartphones no geral-> Menos Windows Phones -> Menor o interesse da Microsoft no Brasil.

A coisa está tão feia que até a Samsung e a LG recentemente anunciaram o cancelamento da construção de novas fábricas em terras brasileiras, alegando que 2015 é um ano cheio de incertezas na economia do nosso país, e que seus investidores preferem esperar mais um pouco.

Sendo assim, será que a Microsoft esta acertando ou não ao dar prioridade aos equipamento de baixo custo? Essa resposta eu prefiro deixar com vocês leitores. Agora, que o cenário brasileiro não será um dos melhores, disso eu tenho certeza.

Fonte: G1

Compartilhe:

Comentários: