Saiba por que o Windows 10 acabará com o desinteresse dos desenvolvedores pelo Windows Phone

171

Todo mundo sabe que atualmente poucas são as empresas desenvolvedoras que realmente se interessam pelo Windows Phone. As vezes eles até lançam seus apps oficiais, porém, alguns são abandonados na loja ou são ruins se comparados a suas versões para outras plataformas. Tudo isso é devido a questões de market share, índice esse que está totalmente ligado à base de usuários da plataforma. Em termos simples, se há poucos usuários usando a plataforma, por que eu, desenvolvedor, usaria meu tempo para criar um app para “pouca gente?”

Com isso em mente são muitas as empresas e desenvolvedores independente que não cogitam a possibilidade de lançarem suas criações para o Windows Phone. Mas, isso está prestes a mudar, e o fator responsável por essa mudança será o Windows 10 e seus apps universais.

O Windows 10 representa o cume de nossa jornada rumo a convergência da plataforma Windows, agora em execução em um único e unificado núcleo do Windows. Essa convergência permite que um mesmo app seja executado em todos os dispositivos Windows – no telefone em seu bolso, no tablet ou laptop em sua mochila, ou no PC em sua mesa, e até mesmo no console Xbox em sua sala de estar. Isso para não mencionar todos os novos dispositivos que estão sendo adicionados à família Windows, como o HoloLens , o Superfície Hub , e dispositivos da Internet das coisas, como o Raspberry Pi 2 . Todos estes dispositivos Windows irão agora ter acesso a uma única loja para aquisição, distribuição e atualização de apps”, disse Greg Sulivan, Diretor de Relações Públicas da Microsoft.

Dentro do chamado Projeto OneCore da Microsoft, a ideia é fazer com que qualquer aplicativo lançado para a plataforma funciona em qualquer dispositivo Windows, independente se ele é um console de jogos, um PC ou um smartphone. Mas, ai alguém pode perguntar: será que os desenvolvedores saberão construir apps assim? Bem, haverá APIs dedicadas para cada família de dispositivos, e assim o dev usará boa parte do código original do seu app para construir sua versão para outros dispositivos, e com o auxílio dessas APIs específicas tudo ficará bem simples. E é claro tem também o DEV CENTER e todo o suporte da área técnica da Microsoft.

One Windows Platform One Core

Sulivan continuou mostrando e comentando como o mundo mudou, como as pessoas hoje buscam por produtos que sejam multifuncionais, como bem colocou o Márcio Viana em seu post mais recente (veja aqui). Eles não querem apenas um smartphone, querem um smart TV, um SmarWatch, um SmartTudo. Querem conectividade em todos os cantos de sua casa, do seu carro, e até de suas vestimentas. Pensando nisso, a Microsoft vai oferecer a possibilidade de desenvolvedores criarem algo que se adaptará facilmente aos mais diversos tamanhos de telas e gadgets. Tudo isso é o que eles chamam de “condução escalada”.

Aliado a essa condução temos os apps universais. A proposta desses apps é simples: rodar em qualquer dispositivo Windows. Mas, e para o desenvolvedor, qual o interesse nisso além da condução escalada de sua aplicação? O dev poderá criar uma aplicação que terá uma interface familiar para seus usuários independente de por onde eles a acessem, oferecendo o que eles chamam de “experiência única”.

Com uma interface única e consistente as pessoas aprenderão a usar a aplicação mais rapidamente e, quem sabe, a usem com mais frequência. Isso também facilitará a vida dos desenvolvedores, tendo em vista que eles não precisarão criar diversas UI para cada dispositivo, basta fazer uso da Adaptive UX e das APIs de cada família de dispositivos específicos.

Windows universal apps web

A Microsoft também sabe que a experiência de uso de qualquer aplicativo não acaba quando o usuário o fecha, e para isso eles também tem novidades para os devs, como a liberação de APIs para integração com Cortana e com o Centro de Ações, abrindo ainda mais possibilidade para interação entre apps e usuários.

Vendo tudo isso fica fácil perceber que será muito mais fácil ganhar dinheiro desenvolvendo para o Windows 10 via app universais, tendo em vista que o esforço será mínimo e o alcance máximo. Sendo assim, quem em sã consciência deixaria de produzir ao menos 1 app para o sistema operacional mais usado do mundo? Todo mundo vai querer fazer parte disso, o que aumentará consideravelmente a disponibilidade de aplicativos na Windows Store unificada, tendo em vista que a base de usuários será muito maior, do ponto de vista do dev.

É com isso que a Microsoft pretende acabar de vez com o gap de apps do Windows Phone com relação a seus concorrentes, o que consequentemente também beneficiará o próprio Windows.

Veremos mais novidades sobre isso durante a conferência BUILD 2015, que é voltada para desenvolvedores e que acontecerá entre os dias 29 de abril a 1 de maio, na cidade de São Francisco, CA. Quem sabe role uma versão Preview for Developers do Windows 10 nesse dia…

Quem já quiser começar a criar apps universais do Windows, recomendamos esse link aqui. Já para quem deseja experimentar as mais recentes versões do Windows 10, o recomendado é aderir ao programa Windows Insider aqui.

BUILD 2015 Microsoft

Fontes: Micrososft

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!

  • “Em termos simples, se há poucos usuários usando a plataforma, por que eu, desenvolvedor, usaria meu tempo para criar um app para “pouca gente?””

    Se meu software for o “único” decente que atende a necessidade… eu não vou ter concorrentes em potencial e ganho dinheiro com isso… simples
    Ex.: Metrotube dominou o mercado de visualizadores no youtube para windows-phone

  • Pingback: Windows Phone Store tem 385 mil apps e Windows Store 200 mil - Windows Team()

  • Eduardo

    Na minha humilde opinião não vai mudar nada. Poucas empresas lançam apps Desktop nativos, hj em dia está caminhando tudo para a web. Se essa for a única carta na manga da Microsoft, ano que vem estará anunciando a venda da divisão mobile.

  • Manaus

    Legal

  • whattafuck

    O negócio para aumentar o market share é exatamente conseguir vender aparelhos e atingir o maior número de pessoas mas enquanto tivermos aqueles 90% dos vendedores de balcão espalhados pelas lojas já dizendo que o telefone não é muito indicado, mesmo que o cliente simpatize com o aparelho dizem que o sistema operacional difícil de manipular, que não possui aplicativos e acabam não comprando (digo isso porque já presenciei vários casos em lojas diversas e já vendi indiretamente 3 aparelhos por passar as informações corretas sobre o Windows Phone), não vejo mudanças muito radicais nos números de vendas acontecendo, pelo menos em nosso país. Tem que haver o mínimo de instrução para os vendedores, investir em pequenos displays de papel com fotos e informações com fontes maiores salientando os principais pontos de cada aparelho, tem que haver um marketing mais intenso não só na TV, como nos transportes públicos, flyers em lojas de eletrônicos e afins, spots de rádio, tem que fazer uma força maior para as pessoas conhecerem o sistema wp e mostrar as vantagens que o mesmo proporciona porque a a maioria acha que não tem opção de escolher além de Android e IOS. Pra mim não adianta colocar no mercado trocentos modelos se não fizerem força para ser visto e conhecido no mercado de forma significativa. Eu estou muito satisfeito com wp desde 2010 e não troco por nada pela experiência de usuário que possuo com o sistema mas tem que se fazer ser visto e apreciado e isso só ocorre com um marketing agressivo por todos os lados e vendedores minimamente informados ou que a Microsoft contrate pessoas para ficar dentro das lojas (varejos e de operadoras) apresentando wp e seus modelos e tirando todas as dúvidas dos possíveis clientes. O Wp ta parecendo sexo anal do relacionamento, fica tentando convencer a namorada por dias à fio , vai tocando com jeitinho e depois de muita luta ou o cara consegue ou é mal sucedido e acaba tomando um tapa na cara.#wpsexoanal #marketing #ky #windows10 #universalapps #odeiohashtags

    • Williams Pereira

      Cara Muito bom seu comentário. Toma meu like. me desculpem os outros, mas o seu comentário me parece ser o único sensato aqui.

  • Ayrton Nunes

    Nem comento mais. Perdi a fé total do WP. Comprarei um Android amanhã. APPs universais, claro… O problema não é o SISTEMA… é o boicote e a falta de interesse em desenvolver para o sistema.

    Muitos apps não vão chegar, pois não são para desktop, tv e xbox. São para SMARTPHONES. EXCLUSIVAMENTE para SMARTPHONES.

    WhatsApp vai continuar a mesma merda. Instagram, Twitter, Snapchat e tantos outros apps EXCLUSIVOS de smartphones.

    É isso.

  • João Meneses

    Sem discussão aqui rapaziada. Querem respostas? Espera esse tal de Windows 10 lançar mais 3 meses e daí tirem suas conclusões. Agora vocês querem realmente comparar os SO? Somos todos usuários de WP mas vocês acham mesmo que ele é o top da balada com 3% de market share? Usamos porque gostamos e temos a esperança de um dia ser um grande sistema. Fim.

  • Jack Silsan

    Ou seja, o Windows 10 é o “vai ou racha” da Microsoft!

  • Alan Alves

    Minhas conclusões:
    1) Não haverá debandada de desenvolvedores rumo ao WP.
    2) Aproveitaremos sim, as vantagens da universalidade, mas para quem produz algo para Desktop.
    3) MS poderia incentivar financeiramente os apps mais desejados.
    4) Não ganharemos rios de participação em pouco tempo.
    Sou fã do WP e não gosto do Android e nem estou disposto a pagar uma fortuna pelo IOS, que apesar de mais completo é muito limitado.