Samsung e Microsoft se acertam quanto aos royalties do Android e isso pode ser bom para o Windows

27

É isso… depois de uma boa batalha judicial, Microsoft e Samsung entraram em um acordo com relação ao pagamento dos royalties de patentes do Android, e isso pode render bons frutos no futuro para o universo Windows.

samsung-microsoft-2011-07-06

Para quem não sabe, essa disputa começou por que a Samsung não estaria repassando um determinado valor que é de direito da Microsoft sobre a venda de cada modelo de smartphone com Android vendido pela sul-coreana.

Isso mesmo, a Microsoft lucra horrores com a venda de aparelhos com Android. Só para se ter uma ideia de como ela lucra, só em 2013 ela recebeu nada mais nada menos que 1 bilhão de dólares só em royalties relacionados as patentes do Android, apenas da Samsung. A previsão é que ela receba cerca de 8,8 bilhões de dólares até 2017, contanto com todos os OEMs do robozinho verde lhe repassando os valores desses royalties.

Como falamos no começo, esse valor deve ser pago a Microsoft por que o sistema operacional da Google usa diversas patentes pertencentes a Microsoft. Essa quantidade inclusive aumentou depois que a gigante de Redmond comprou a divisão mobile da Nokia. A coisa estava tão feia que a Samsung inclusive tentou impedir que esse negócio entre a Microsoft e a Nokia se concretizasse, alegando que isso iria ferir o contrato entre as duas empresas, mas não obteve sucesso.

microsoft_buys_nokia

O que ficou acordado entre as duas cias não sabemos, já que tudo foi feito de maneira sigilosa, mas isso não impede que especulações sejam trançadas. A principal delas é que a Microsoft tenha “aliviado” a barra da Samsung em troca de alguns favores, como o maior empenho da sul-coreana no universo Windows, inclusive com relação a smartphones. Outros acreditam que a Samsung simplesmente vai investir mais em seu próprio sistema operacional, o Tizen, fazendo com que, por consequência, o Android perca força no mercado. E por fim, a justiça pode simplesmente ter entendido que o valor era realmente desproporcional e que poderia causar algum tipo de impacto negativo no mercado, o que forçou a Microsoft a aceitar um acordo com a redução do valor. Claro, o negócio com a Nokia pode ter sido o epicentro do acordo.

O fato é que essa decisão tomada junto a corta americana se aplica apenas a relação entre a Samsung e a Microsoft, as demais OEMs do Android terão que continuar pagando o que é devido a Microsoft normalmente. Os verdadeiros fruto desse acordo entre as duas gigantes só veremos no futuro, quem sabe ainda este ano…

Fontes: The Verge

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!

  • Pra mim, se a Samsung lançar mais telefones com Windows, só vai beneficiar a plataforma que vai crescer mais, porque mais opções de telefones pra mim não vai ter, porque sempre fui Nokia, e serei Lumia agora. Até quem sabe a Nokia um dia voltar com um novo smartphone com Windows e uma nova linha, aí eu corro pra ela de volta.

  • Andrews Saraiva

    Vi isso em outro site:

    De maneira um tanto desesperada, em Janeiro, um porta-voz da Samsung tinha afirmado:

    “Se as empresas resolverem essas questões, a Samsung vai voltar a produzir smartphones equipados com a plataforma mobile da Microsoft. Isso poderia ser feito no terceiro trimestre deste ano.”

    Se for assim, espero que a Samsung veja o novo Windows com novos olhos

  • Fábio Moser

    Queria saber como andam as vendas do Samsung Ativ SE nos EUA. Apesar do design duvidoso no maior estilo Galaxy, ele é um Windows Phone de respeito, com excelentes configurações. Será que nos EUA, o suporte da Samsung aos telefones com Windows também é pobre como aqui?

  • Rui Moraes

    Ou seja, já em 2017, a Microsoft terá recuperado o valor investido na compra da Nokia.
    Que espertinha.

  • Galdêncio Galdério

    do jeito que o povo é sugestionável, imagina o impacto que uma propaganda do tipo “Samsung WINDOWS Galaxy” teria…
    A marca Galaxy já está no subconsciente da galera, se aproveitar o gancho e meter o WP num modelo destes, a galera nem vai tá se importando com o que tem debaixo do capo do Smart…
    ——-
    Bom, agora sabemos como a Samsung conseguiu bater de frente com seus modelos lowend— não pagando o que é de direito dos outros, é fácil baixar custo. Assim, até eu!

    • Ou Simplesmente Samsung Galaxy W, depois W2, W3 ….’

    • Filipe Marcolino

      sem chance o nome galaxy e exclusivamente para android.

      • Andersøn

        O nome “Galaxy” é exclusividade dos APARELHOS da Samsung, não importando o sistema operacional que tem neles. Como a maioria (se não tudo o que ela vende) é Android, acaba que todo mundo pensa isso.
        Mas a Samsung pode colocar o Tizen ou mesmo o Windows Phone nos Galaxys que ela quiser futuramente, afinal a detentora da marca é ela e não o Google.
        Creio que até veremos o Galaxy S6 com o Windows 10. 😉

    • A linha Galaxy é exclusiva pra Android. Assim como a LG tem a Optimus e a Sony tem a Xperia. No caso da Samsung, ela pode usar a linha Omnia ou Ativ.

  • Acho que a Microsoft deveria tomar atitudes mais “violentas” com as empresas que tentam atrapalhar ela, sabemos que ela já não da chá de colher para ninguém, mas Por isso eu disse “ela só oferece o serviço dela, não porque ela gosta dos demais sistemas, mas sim porque gera R$ para ela” caso contrário … , mas pense o quanto as outras empresas poderiam perde se ela começasse a restringir os seus serviços (na verdade os dois lados perdem), mas sabemos que as Corporações (onde ela tem mais foco) não iria gosta muito de ter celulares e tabletes que limita ao trabalho delas (falta de office, one drive, skype) kkkkk …

    • Daniel R. Pinheiro

      Cara, eu tinha esse mesmo pensamento. Mas veja bem: Ela é uma empresa de software, ela lucra com seus programas e sistemas embargados em plataformas e produtos, tanto dela como de outras empresas…
      Se ela cortasse o desenvolvimento para outras plataformas, quem sairia perdendo mais seria ela mesma.

    • Daniel F.

      Se a Microsoft se limitar e fecha as portas ela vai acabar perdendo mercado e o principal dinheiro. Não é atoa que ela lidera no ramo que atua, sempre pensando no futuro. Não adianta fazer igual o Google, se limita seus serviços apenas no Android.

      Tem que se pensar no usuário independe onde ele esta usando seus serviços.
      Acessa a Play Store e ver quando aplicativos tem da Microsoft e faz uma pesquisa na loja do Windows Phone e procura os aplicativos que o Google desenvolveu.

      • Por isso eu disse “ela só oferece o serviço dela, não porque ela gosta dos demais sistemas, mas sim porque gera R$ para ela” caso contrário …

        • Daniel F.

          Sim eu notei, eu só estava reforçando o que você havia dito e dando o exemplo do Google e seus vacilos, eu uso os diversos serviços do mesmo e tenho que me vira no Windows Phone para ter um acesso mais rápido.

          • Andriw

            Google restringe seus serviços?? O que a Google faz é o mesmo que a Microsoft faz. Direcionada seus esforços onde o público está. Veja a quantidade de serviços a Google oferece no IOS! Quer mais exemplo de que as empresas são iguais?? Cadê a Microsoft no Firefox os, no fire os ou no BB10??
            A Google não desenvolve para o Windows Phone porquê o Windows Phone é insignificante no mercado Mobile. Não faz muito tempo a Google liberou as APIs para quem quiser desenvolver e nem a Microsoft se interessou em trazer os serviços da Google para o Windows Phone.

          • Pra ela ficar cheia de mimimi, que nem ela fez com o Youtube, cara completamente todo dia a Microsoft atualizava o youtube e a google dizendo “ta errado”, “ta errado” até que a Microsoft se cansou e fez apenas um direcionador de link … não vem falar que a Google é boazinha que liberou a APIs e a microsoft que ta jogando de ladooo.

            A Google sabe muito bem que tem mais a ganhar do que a perde se ela fazer seus aplicativos UNIVERSAIS para windows pq pode ser utilizado para os PCs … ela está querendo e f%#er coma Microsoft mesmo … quando ela realmente quiser oferecer seus serviços na plataforma da Microsoft pode ter certeza ela não irá levar 1 dia para disponibilizar todos.

          • Andriw

            Cara, vocês personalizam demais as empresas. No fundo o que interessa é só grana.
            No caso do YouTube a briga estava porque a Google queria um app baseado na web que rodasse os vídeos utilizando os recursos do HTML5, como a recente atualização do site do YouTube. Isso permitiria a Google incluir os ads nos vídeos, o que está longe do interesse da Microsoft, por causa do Bing. Resultado disso, a Microsoft deixou de lado porquê já ha outros apps ótimos de YouTube na sua loja.
            Quanto a questão dos apps universais, isso ainda não saiu do papel de fato, não tinha como a Google disponibilizar nada ainda, talvez quando com as novidades da Build a Microsoft finalmente atualize a SDK para finalmente trabalhar com os tais apps universais, ao invés da ferramenta de compilação de parte do código presente na atual SDK.

          • Daniel F.

            Para de ficar nesta idiotice que tal plataforma é insignificante. Desde quando a Microsoft não se interessou de desenvolver aplicativos dos serviços do Google? Cadê o YouTube que a Microsoft fez? E já é a segunda vez que lhe falo que a obrigação de desenvolver os aplicativos é do Google já que ela é a dona e lucra com seus serviços. De uma olhada na Play Store a quantidade de aplicativos da Microsoft e olha na loja do Windows Phone quantos aplicativos o Google desenvolveu.

          • Andriw

            Se 4% de mercado não é insignificante nada mais é insignificante nesse mundo!!!!
            E no caso do YouTube a única exigência da Google era trabalhar com html5, coisa que a Microsoft não fez.
            E só uma correção, não é obrigação, mas sim interesse da Google desenvolver para Windows Phone, e empresa não acha interessante desenvolver para uma base ainda pequena, assim como uma infinidade de outros desenvolvedores também acham o mesmo e não disponibilizam seus trabalhos para Windows Phone.

          • Daniel F.

            Quem esta perdendo é o próprio Google, destes 4% a maioria acessa o YouTube e poderia esta ganhando com os anúncios, já que aplicativos de terceiros não tem propaganda. O Google exigiu HTML5 sendo que a própria nem se quer tinha um aplicativo para Android neste padrão.

  • Essa danada da Microsoft sabe muito bem como ganhar dinheiro! kkk

    • Daniel R. Pinheiro

      E como sabe viu. Não é a toa que a mais de 20 anos continua como uma das maiores empresas e o seu co-fundador, Bill, o mais rico do mundo.

      • Admiro muito o “Tio Bill”.

        • TeYokitoos

          Tio Bill é um mito, doou metade de sua fortuna e mesmo assim ainda é o mais rico :b

          • Franknaldo Gomes

            e continua doando e tentando apoio de muitos outros pra que faça o mesmo

          • TeYokitoos

            Sim, ele é o maior filantrópico do mundo

  • Pelo que eu li em outro lugar, parece que uma das partes do acordo é que a Microsoft iria ajudar na publicidade de aparelhos da Samsung que rodem Windows. Então tem grandes chances de um novo aparelho WP da Samsung surgir no mercado e aparecer junto dos aparelhos da HTC, Blu e Lumias nas futuras propagandas da Microsoft.