Samsung e Microsoft se acertam quanto aos royalties do Android e isso pode ser bom para o Windows

27

É isso… depois de uma boa batalha judicial, Microsoft e Samsung entraram em um acordo com relação ao pagamento dos royalties de patentes do Android, e isso pode render bons frutos no futuro para o universo Windows.

samsung-microsoft-2011-07-06

Para quem não sabe, essa disputa começou por que a Samsung não estaria repassando um determinado valor que é de direito da Microsoft sobre a venda de cada modelo de smartphone com Android vendido pela sul-coreana.

Isso mesmo, a Microsoft lucra horrores com a venda de aparelhos com Android. Só para se ter uma ideia de como ela lucra, só em 2013 ela recebeu nada mais nada menos que 1 bilhão de dólares só em royalties relacionados as patentes do Android, apenas da Samsung. A previsão é que ela receba cerca de 8,8 bilhões de dólares até 2017, contanto com todos os OEMs do robozinho verde lhe repassando os valores desses royalties.

Como falamos no começo, esse valor deve ser pago a Microsoft por que o sistema operacional da Google usa diversas patentes pertencentes a Microsoft. Essa quantidade inclusive aumentou depois que a gigante de Redmond comprou a divisão mobile da Nokia. A coisa estava tão feia que a Samsung inclusive tentou impedir que esse negócio entre a Microsoft e a Nokia se concretizasse, alegando que isso iria ferir o contrato entre as duas empresas, mas não obteve sucesso.

microsoft_buys_nokia

O que ficou acordado entre as duas cias não sabemos, já que tudo foi feito de maneira sigilosa, mas isso não impede que especulações sejam trançadas. A principal delas é que a Microsoft tenha “aliviado” a barra da Samsung em troca de alguns favores, como o maior empenho da sul-coreana no universo Windows, inclusive com relação a smartphones. Outros acreditam que a Samsung simplesmente vai investir mais em seu próprio sistema operacional, o Tizen, fazendo com que, por consequência, o Android perca força no mercado. E por fim, a justiça pode simplesmente ter entendido que o valor era realmente desproporcional e que poderia causar algum tipo de impacto negativo no mercado, o que forçou a Microsoft a aceitar um acordo com a redução do valor. Claro, o negócio com a Nokia pode ter sido o epicentro do acordo.

O fato é que essa decisão tomada junto a corta americana se aplica apenas a relação entre a Samsung e a Microsoft, as demais OEMs do Android terão que continuar pagando o que é devido a Microsoft normalmente. Os verdadeiros fruto desse acordo entre as duas gigantes só veremos no futuro, quem sabe ainda este ano…

Fontes: The Verge

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!