Dispositivos

Samsung: em 5 anos os smartphones estarão obsoletos

Segundo a Samsung, daqui há 5 anos ninguém mais usará smartphones… ao menos é o que acredita Kang Yun-Je, chefe de design da sul-coreana.  Yun-Je acredita que esses dispositivos já chegaram no limite da inovação e daqui por diante novos dispositivos tomarão seu lugar.

“O design dos smartphones chegou ao seu limite, é por isso que estamos desenvolvendo um smartphone de tela dobrável”, ao se referir ao Galaxy Fold, comentou o designer.

Depois ele completou:

“Mas, nós também estamos nos concentrando em outros dispositivos que estão começando a trazer um impacto mais amplo para o mercado, como fones de ouvido inteligentes e smartwatches. Em mais ou menos cinco anos, as pessoas não vão nem se dar conta de que estão ‘vestindo telas’. Será tudo intuitivo”.

Quando dizemos que a Samsung pensa assim não estamos nos apegando apenas as palavras do designer em questão. Veja o que disse o próprio CEO da empresa, DJ Koh, sobre o mesmo assunto:

“O últimos 10 anos foram a era do smartphone. Deste ano em diante, talvez uma nova era esteja chegando, devido a essas tecnologias se misturando e agindo juntas. A nova era está à nossa frente”.

Koh se refere a dispositivos da Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Nuvem, Wearables, redes 5G e outras inovações que tomarão o lugar de dispositivos como os smartphones.

Wearables
Exemplo de Wearables usados na atualidade. Eles vão evoluir ainda mais e novos formatos serão lançados

Quem apoia e sustenta tal teoria é Diego Cibils, cofundador da empresa de software de inteligência artificial Kona, que confirma que as previsões da Samsung estão corretas.

Gibils afirma que muito em breve, ao invés de carregarmos nossas telas conosco (Notebooks, Tablets ou Smartphones), o futuro pertencerá a dispositivos interconectados, multitelas, em diversas localizações, capazes de realizar tarefas que antes executávamos pelo celular, por meio de coisas como telas virtuais exibidas em paredes ou incorporadas aos nossos carros e roupas. “Você poderá ter a mesma experiência, independentemente de onde esteja”, disse ele.

Todos eles acreditam que os dispositivos com telas dobráveis são a última inovação da era dos smartphones e perdurará por mais alguns anos, mas não por muitos anos, pois, essencialmente eles continuarão sendo smartphones.

Samsung Galaxy Fold
Samsung Galaxy Fold – um smartphone com tela dobrável

Após isso, os gadgets vestíveis, como os Smartwatchs, Wearables, displays inteligentes e conectados, etc e tal, tomarão o lugar  dos smartphones, juntamente com telas diversas espalhadas por nossas casas, na rua, lojas e assim por diante. A conexão será constante e disponível para além do você tem no seu bolso.

Será uma era onde tudo e todos estarão constantemente conectados, mas que a dependência de uma pequena tela individual e limitada já não existirá mais. Carros, casas, brinquedos, eletroportáteis, móveis, roupas e até o nosso corpo será um gadget em potencial dotado de funcionalidades e conexões diversas.

O vídeo abaixo dá vida ao que a Samsung afirma. Confira:

Fonte > independent

 

Alexandre Lima
Microsoft MVP Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!