Segundo relatório Microsoft supostamente estaria interessada em comprar a Blackberry

0

A RIM (Atualmente chamada apenas de BlackBerry) era uma empresa bem valorizada e bem avaliada por seus usuários, esse que em sua maioria eram corporativos e estava digamos “em pé de igualdade” com o nosso antigo amigo, o Symbian, que o Deus da tecnologia o tenha.  Porém, com a chegada do iPhone e dos Androids no mercado, ambos decaíram. O Symbian foi “morto” pela Nokia, que apostou no Windows Phone, enquanto a Blackberry se manteve firme, e mesmo que “arquejando” tentou manter-se em pé.

Evolução dos aparelhos e do SO utilizado nos mesmos

Evolução dos aparelhos e do SO utilizado nos mesmos

Mesmo com a tentativa de modernizar seu S.O., seus aparelhos e até o seu nome, os resultados continuaram os mesmos. Até o antigo CEO da empresa foi trocado por John S. Chen.

Agora, de acordo com relatórios, a Microsoft estaria bastante interessada em comprar a companhia canadense, e para isso ela iria fazer uso de empresas de investimento.  O motivo? O aperfeiçoamento do Windows. A Microsoft tem se mostrado uma investidora bastante agressiva de tempos pra cá com relação a compras. É a “era Nadella” que  está agitando os cofres da empresa.

Além da Microsoft outras empresas também estariam interessadas em comprar a Blackberry. Xiaomi, Huawei e Lenovo figuram os nomes, todas Chinesas, o que dá a entender que elas querem aumentar sua participação no mercado internacional. A Lenovo já comprou a Motorola da Google, o que torna pouco provável da aquisição ser feita por ela, mas, no atual cenário, nada seria impossível.

A aquisição de uma empresa como a Blackberry poderia ser uma grande conquista para qualquer das corporações listadas e aumentaria e muito seu catálogo de patentes, esse que é um bem tão precioso para as Gigantes.

Montagem de um Blackberry Win18 com Windows Phone

Montagem de um Blackberry Win18 com Windows Phone

Fonte: Digitimes

Share.

About Author

Coordenador de laboratório, bacharel em Química com especialização em Química tecnológica, cristão, gosto de aprender novas tarefas nas horas vagas, fissurado em tecnologia e entusiasta do Windows Phone.