Smartphone com acessórios modulares aparece em patente da Microsoft

2

Uma patente registrada pela Microsoft apresenta um smartphone slider um tanto diferente. Diferente porque ao invés do teclado QWERTY tradicional, encontramos no slider um local para acoplar diferentes acessórios modulares, transformando o smartphone. Não entendeu? Dê uma olhada na foto abaixo:

 

Uma segunda tela, um gamepad, bateria extra e até o próprio teclado QWERTY são algumas das possibilidades apresentadas para serem acopladas no smartphone. Além de funcionarem em conjunto com o aparelho, os módulos também podem funcionar separadamente. Imagine conectar o seu smartphone na porta HDMI de sua TV, e usar o gamepad para jogar, ou até mesmo usar a segunda tela como controle remoto. O pessoal da Microsoft pensou nisso também.

Sabemos que a Microsoft tem uma relação muito estreita com gadgets, como o Microsoft Courier, que foi cancelado ainda no papel. A patente apresenta um conceito inovador, porém não muito prático. Imagina ter que carregar diferentes módulos para realizar diferentes funções? De qualquer modo, não esperamos ver essa tecnologia sair do papel tão cedo (especialmente em forma de hardware da própria Microsoft), mas que parece ser muito bacana, parece. Quem sabe no futuro?

Fonte: UnwiredReview

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!

  • Bnlf

    Nao necessariamente. Achei a ideia otima. Vc pode sair de casa se adaptando ao que precisa. Num longo dia de reunioes uma bateria extra eh o que ha.

    • Claro, se você se habituar a andar com tudo. Todos os módulos vão ser úteis, mas se você quiser levar, por exemplo, a bateria extra, o teclado e o gamepad? Esse é o porquê de eu não julgá-los práticos. Mesmo assim, a ideia é boa pra caramba. Por exemplo, deixar o teclado, e manter a bateria no escritório para dar uma recarga quando precisar. Por não prático eu digo que ele não vai de acordo com o fator portabilidade. De qualquer modo, é só um projeto. A Microsoft tem o talento de nos surpeender. Vamos esperar pra ver 😉 Fique ligado no blog para mais novidades. Abraço!