Sony: O último que sair apague a luz

106

Sony

Você pode não se lembrar, mas houve um tempo em que Sony era sinônimo de futuro não apenas nos vídeos games, mas praticamente em tudo.

Nos anos 90 a Apple andava mal das pernas, o Google era apenas um embrião e a Microsoft estava muito ocupada com o Windows. Enquanto isso a Sony deitava e rolava com seus walkman, câmeras, notebooks e milhares de outros produtos inovadores. Ai vieram os anos 2000 e Jobs tirou umas maças do bolso, o Google sobreviveu a bolha da internet e a Microsoft percebeu que o mundo era mais que Windows + Office. Também vieram Samsung, LG, Lenovo e um monte de gente com grana no bolso. A Sony? Bem, a Sony demorou um pouco pra acordar.

Hoje não é novidade pra ninguém que a empresa esta cortando gastos pra tudo qualquer lado e vendendo o almoço pra comprar a janta. A tradicional linha Vaio já deixou saudades e há quem diga que a Mobile não vai sobreviver muito tempo. Até aqui os games pareciam ser o porto seguro da empresa em meio a maior crise da sua história, mas pelo visto apenas pareciam.

Os japoneses anunciaram que a Sony Online Entertainment, dedicada a MMOs, acaba de ser vendida para a Columbus Nova, e com isso seus muitos jogos online agora pertencem a novíssima Daybreak Game Company. Para quem esta pensando no que isto tem haver com o universo Microsoft segue uma animadora entrevista do novo CEO da Daybreak.

SOE

“Continuaremos focando em entregar jogos excepcionais aos jogadores ao redor do mundo, assim como em trazer nosso portfólio à novas plataformas, abraçando o mundo multiplataforma em que viveremos.”

É, parece que o Xbox One ganhou mais um desenvolvedor de jogos. Eles têm alguns nomes de peso no portfolio como EverQuest e PlanetSide, DC Universe Online e Landmark, Dragon’s Prophet. E para a Sony fica a esperança de dias melhores. Eu ainda sonho em um Xperia com Windows 10 para smartphones, o que parece estar cada dia mais distante.

Ahhh… e quem for o último a sair, por favor, que apague a luz.

Fonte: GamesIndustry

Share.

About Author

Pai em tempo integral da menina mais linda do mundo. Tira umas 8 horinhas por dia se aventurando como engenheiro para ganhar o leite das crianças. No tempo vago é amante de tecnologia e inovação. As vezes se distrai com desenvolvimento de hardware, software e automação. É fã do Windows 10 e insider de carteirinha.