Surface Laptop recebe duras críticas por ser muito difícil de ser consertado

0

O Surface Laptop é realmente um Notebook muito bonito, fino, leve e poderoso, porém, segundo o iFixit, ele é um dos piores dispositivos do mundo para ser reparado. Em alguns casos, o reparo só pode ser realizado se o técnico destruir alguns componentes até com o auxilio de um estilete. Vamos entender melhor isso.

Para quem não conhece, o pessoal do iFixit são especialistas em fazer a desmontagem de praticamente todos os produtos tecnológicos de maior notoriedade que chegam ao mercado afim de descobrir qual o nível de complexidade e dificuldade que cada um deles tem ao nível de conserto e reparo.

Não para a surpresa de alguns mais entendidos, o novo Surface Laptop ganhou nota 0 em reparabilidade em uma escala de 0 a 10. Infelizmente, o Surface Laptop acabou de fazer história, pois, é a primeira vez que o iFixit atribui essa nota a um eletrônico. Engraçado é que as piores notas já pertenciam a linha Surface Pro também da Microsoft, juntamente com HTC One de 2013, que receberam nota 1 quando analisados. 

Segundo eles, o grande problema é que o Surface Laptop não foi pensando para ser consertado mesmo. Parece ter sido algo proposital, pois, quase não há parafusos, mas sim, encaixes extremamente precisos, cola e soldas, tanto que o SSD e a memória RAM são soldadas diretamente na placa-mãe. Com relação a isso não há espanto, até porque raramente quem tem um dispositivo desse tipo pensa em upgrades de hardware, porém, o maior destaque foi o fato da bateria ficar por trás da placa mãe, dentro de um invólucro que não ser desmontado. Isto é, para acessar a bateria é necessário desmontar quase todo o gadget e ainda será preciso “destruir” o invólucro da mesma, para enfim trocar a bateria.

Pelo visto a Microsoft e a Apple estão fazendo uso das mesmas técnicas de produção, pois, a desmontagens do Surface Laptop revela técnicas de produção inovadoras, porém, também já utilizadas pela Apple em seus MacBooks Pro, tanto que o dispositivo da Apple também já ganhou nota 1 no iFixit.

Mesmo não sendo algo bom, tudo tem um preço… criar um aparelho tão fino e leve não é algo fácil e sem dúvida os “contras” apareceriam em algum momento. E pensando do lado contrário, se ele é difícil de desmontar é porque deve ter uma construção bem sólida e de longa duração.

Para nós não, mas para quem mora nos EUA essa preocupação não é tão grande, afinal, por lá produtos com defeito não são reparados, mas sim, trocados por um novo. Uma pena que no Brasil essa política de respeito total pelo consumidor não existe.

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!