Testes com o Snapdragon 810 são preocupantes e tem ligação com aquecimento

58

Snapdragon 810 Qualcomm Lumia Microsoft_1

Se você acha que o Lumia 930 esquenta muito usando o Snapdragon 800 da Qualcomm, prepare-se! Na verdade ele fica quase gelado perto da temperatura que o novo Snapdragon 810 pode gerar dentro do seu smartphones.

Nos mais recentes testes feitos por um site holandês usando o novo HTC M9, que tem o Snapdragon 810 como componente, o processador esquentou tanto que o aparelho atingiu a incrível marca de 55,4°C, quando foi submetido a um teste com um aplicativo de benchmark. Aplicativos assim submetem o hardware do dispositivo a diversos testes de performance para no final informar uma determinada pontual. Como o hardware é exigido ao máximo, dá para prever como será o comportamento do aparelho quando exigido pelo usuário. Outros aparelhos usados no mesmo teste também esquentaram muito, porém, não a esse ponto, como podemos ver pela foto térmica abaixo.

snapdragon 810 test benchmark aquecimento

Eles também fizeram essa mesma medição quando o M9 estava executando jogos pesados com gráficos 3D, e a temperatura chegou a 42,5°C, o que já bem alto e sem dúvida vai incomodar nas mãos do usuário.

Preocupada com a repercussão dos testes, a HTC, por meio do seu gerente de comunicação, veio a público para dizer que os resultados não foram conclusivos por que a versão do GFXbench que roda no M9 não é a final. Esta só deverá chegar mês que vem.

Hoje só temos dois smartphones no mercado que usam o Snapdragon 810, que é o HTC M9 e o LG G Flex 2. Segundo informações da própria LG esse mesmo problema não foi percebido no seu top de linha até o momento.

HTC One M9 Windows Phone Android_2

HTC M9 com Android. Supostamente ele ganharia uma versão com Windows Phone

O mais interessante é que a Samsung já teria alertado a Qualcomm quanto a esse problema meses atrás, e por falta de alterações no projeto optou por usar seus próprios chipsets nos novos Samsung Galaxy 6 e 6 Edge. Mas, isso é apenas um rumor.

O fato é que se isso for mesmo verdade a Qualcomm precisa dar um jeito nisso, pois, até o final do ano é possível que diversas outras fabricantes, inclusive a Microsoft, devem equipar os seus mais novos flagship com este processador, e será muito frustrante se a maioria deles “queimar” a mão dos usuários.

Fontes: AndroidPolice via: MeioBit

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!