TomTom
DestaqueNotícias

TomTom é a alternativa da Huawei para o Google Maps

A empresa holandesa de navegação e mapeamento digital TomTom fechou um acordo com a Huawei Technologies da China para o uso de seus mapas e serviços em aplicativos. Já não é mais novidade que a gigante chinesa foi forçada a buscar inúmeras alternativas, depois de ter sido colocada em uma lista negra pela administração do presidente dos EUA, Donald Trump, no ano passado.

Isso proibiu a Huawei de instalar em seus smartphones aplicativos amplamente utilizados pela população fora da China, como o Google Maps, em novos telefones prejudicando seu crescimento nos países ocidentais.

O acordo com a TomTom beneficia a gigante chinesa que agora pode usar os mapas, informações de tráfego e software de navegação da empresa holandesa para desenvolver aplicativos para seus dispositivos. O porta-voz da TomTom Remco Meerstra disse que o acordo tinha sido fechado há algum tempo, mas que as informações não vieram a público. Meerstra recusou-se a fornecer mais detalhes sobre o assunto.

TomTom

Muitos devem desconhecer, mas a TomTom, está se afastando da venda de dispositivos e optando em oferecer serviços de software. A empresa holandesa vendeu sua divisão de telemática para a Bridgestone do Japão no ano passado para se concentrar em seus negócios ligados a mapas digitais.

Não estranhe a escolha da Huawei, quando o assunto é mapas, a TomTom trabalha muito bem! Com longos 20 anos em sua bagagem, a holandesa também disponibiliza seus serviços de mapas para a Apple que os utiliza em seus iPhones bem como dados cartográficos para a Microsoft e sistemas de navegação para alguns carros das famosas Subaru, Nissan, Alfa Romeo e Volkswagen. Sabe aqueles dispositivos GPS que não dependem da internet para funcionar? A TomTom também foi a criadora deles.

Devido as sanções impostas pelos EUA, a gigante chinesa foi obrigada a atrasar lançamentos fora da China bem como substituir o famoso GMS (Google Mobile Services) que é utilizado em todos os dispositivos Android pelo seu próprio denominado HMS (Huawei Mobile Services). A Huawei não queria chegar a esse ponto, tanto que o HMS, teve seu lançamento atrasado na esperança de que todo esse mal entendido passasse.

A holandesa TomTom é uma das alternativas aos serviços do Google que a Huawei não pode utilizar no momento, essa alternativa pode ser considerada como um trunfo na manga da gigante chinesa e uma perda enorme para o Google que poderá perder vários acessos em seu aplicativo de mapas bem como alguns milhões de dólares em seus cofres. Nós do Windows Team esperamos que todo essa situação se resolva logo, pois ela só prejudica os usuários que perdem por deixar de utilizar produtos de qualidade produzido pela gigante chinesa!

Fontes: Reuters e MeioBit

Diego Mendes
33 anos, Paulista, libriano, apaixonado por tecnologia e pelo ecosistema Windows. Fã da Nokia e dono de um Huawei P30 PRO.