Tudo junto e misturado: Windows Mixed Reality, Windows Store e Steam

0

 

Alguns dos maiores e melhores jogos em VR estão chegando para os novos headsets de parceiros da Microsoft dotados com o Windows 10 e a sua nova plataforma Windows Mixed Reality e jogos da Steam.

Quando a Microsoft introduziu o HoloLens em 2015, parecia ser um nome apropriado de um headset standalone que sobrepõe objetos digitais no mundo real, basicamente dando as pessoas uma visão de Exterminador do Futuro.

Mas, a Microsoft não inventou o conceito ou a frase Mixed Reality. Ela já era popular no meio acadêmico, como uma forma abreviada para descrever experiências que usam visuais e sensores para combinar elementos virtuais com o mundo real.

E agora que a Microsoft está usando a frase para descrever amplamente seus esforços em realidade aumentada e virtual, Mixed Reality está sendo usado para fazer propaganda de uma vasta gama de produtos desenvolvidos para o Windows 10.

A Microsoft quer aproximar os desenvolvedores também e assim, escrever programas que podem ser utilizados no HoloLens e também em headsets de realidade mista conectados a um PC, ambos alimentados pelo Windows 10.

Com a Fall Creators Update do Windows 10 já virando a esquina, a plataforma completa de realidade mista finalmente chegará aos desktops e laptops, oferecendo aos usuários que têm o mesmo hardware, uma experiência sólida de realidade virtual.

No começo do ano, a Microsoft e alguns parceiros de hardware introduziram a primeira série de headsets “mixed reality” a preços acessíveis . Além de milhares de dólares mais baratos do que o HoloLens (que tecnicamente não é um dispositivo para o consumidor), os headsets de realidade mista foram projetados para funcionar em conjunto com um PC.

Eles também obstruem completamente a sua visão e são utilizados para experiências que são denominadas tradicionalmente de realidade virtual, por conta dessa imersão, ou seja, você coloca os óculos e entra totalmente no mundo da realidade virtual, diferente do HoloLens, onde você pode brincar com um dragão em cima da sua mesa no café da manhã.

Quando a Acer, um parceiro da Microsoft revelou seus controladores Mixed Reality, percebemos que este hardware necessário iria levar a plataforma VR da Microsoft e o Windows 10 para o próximo nível e colocá-lo em uma disputada com o PlayStation VR da Sony em termos de experiência, além do HTC Vive e Oculus Rift.

Em cada caso, os controladores permitem conectar-se com a experiência virtual de uma forma que não é possível com os controladores de jogos padrão ou pior, com um teclado. (Mesmo o popular e um pouco menos poderoso Samsung Galaxy Gear VR, usa um telefone para experiências VR e se beneficia grandemente da introdução recente de um controlador de mão.) Para os headsets de realidade mista da Microsoft, controladores de movimento tem um grande impacto.

A experiência

Os novos controles de realidade mista da Acer serão vendidos em um pacote com o headset da empresa por $300 dólares. Os controladores possuem um punho curto, alguns botões e um grande anel no topo. O anel se projeta para fora da frente do controlador e é coberto com uma constelação de LEDs brilhantes, que são utilizados para posicionamento por duas câmeras externas do headset. Cada controlador também inclui uma unidade de medida inercial (IMU), que ajuda o sistema a manter o controle do controlador mesmo quando está fora da visão do headset.

Esses Motion Controlers parecem um objeto que veio do futuro

Usando os controladores, você pode, por exemplo, usar tipo como um apontador de laser para abrir qualquer coisa. Há um gatilho na parte inferior de cada controlador e um joystick e D-Pad na parte superior (juntamente com um botão Home do Windows para retornar). A pegada dos controladores é confortável e são de utilização intuitiva, mas, os anéis são grandes o suficiente para que acidentalmente toquem um no outro, por conta da imersão, o que deve melhorar depois de algum tempo de uso e costume.

A Microsoft demonstrou os jogos Luna, Space Pirate Trainer, Superhot e Rec Room, e segurando os controles, todos os movimentos de jogos imersivos foram possíveis, perfurando doces e atirando-os em sua apresentação, escolha de armas, alcançar as costas no mundo real para movimentos rápidos e o IMU acompanhou perfeitamente este movimento, percebendo que estava fora do alcance da câmera do headset.

Todos estes jogos funcionaram em um PC com gráficos mais poderosos e discretos, como uma GPU Nvidia.

No entanto, ao contrário do Oculus Rift, que exige apenas os PCs mais poderosos, a plataforma Mixed Reality da Microsoft pode rodar em PCs padrão com gráficos integrados.

A Microsoft anunciou o suporte aos dois níveis de VR Microsoft Mixed Reality nesta segunda-feira e também revelou que os jogos da Steam, plataforma de distribuição de jogos da Valve, irão rodar em headsets Microsoft Mixed Reality.

  • Windows Mixed Reality PCs: consistirá de desktops e laptops com gráficos integrados. Quando conectados a esses dispositivos, os headsets imersivos serão executados em 60 quadros por segundo.
  • Windows Mixed Reality Ultra PCs: consistirá de desktops e laptops com gráficos discretos. Quando conectados a esses dispositivos, os headsets imersivos serão executados em 90 quadros por segundo.

Ambas as configurações apoiarão as experiências imersivas de vídeo e de jogos de hoje, como viajar para um novo país, explorar o espaço, nadar com golfinhos ou disparar zumbis.

Em outro teste, a Microsoft deixou os controladores de lado e mudou o teste para um PC padrão com gráficos integrados. Também estava conectado ao headset Acer Mixed Reality, mas, em vez de usar os controladores, o teste foi executado com um único controle do Xbox e uma versão imersiva do Minecraft.

Caminhando sobre a paisagem virtual e costumeira do ambiente Minecraft, não foi possível detectar qualquer cintilação da tela ou travamentos, rodou liso. No entanto, diferentes dos outros jogos testados, movimentando-se no ambiente do Minecraft, em algumas vezes deixou a sensação de enjoo. Executivos da Microsoft disseram que estão ciente do problema e que isso está relacionado com a forma como o Minecraft foi projetado (tipo, para você deslizar ao longo da paisagem) e estão trabalhando para ajustes os movimentos e deslocamentos em VR no Minecraft.

Experiências imersivas

A Microsoft e um conjunto incrível de parceiros estão trazendo experiências mais imersivas para a Windows Store e a primeira onda de conteúdo de parceiros estão chegando à plataforma Windows Mixed Reality, como por exemplo, a 343 Industries, para trazer futuras experiências do jogo Halo em realidade mista. Além disso, como já dissemos, o conteúdo da Steam também será executado em headsets Windows Mixed Reality.

A realidade mista é o futuro, e a Microsoft e os parceiros estão criando headsets melhores e mais acessíveis para todos e trazendo experiências imersivas que você provavelmente vai adorar. Para os desenvolvedores, a empresa está facilitando a criação de um excelente conteúdo que abrange desde a simples realidade aumentada até a realidade virtual e, claro, os hologramas.

Quando a Microsoft lançar a Fall Creators Update do Windows 10 em setembro e estes headsets e controladores começarem a chegar às mãos dos consumidores, eles terão uma opção de VR, acessível e surpreendentemente envolvente.

Fonte: Microsoft e Mashable

Share.

About Author