Notícias

Usuários decidirão quando atualizações do Windows 10 serão instaladas

Windows 10
Que alegria

A Microsoft está devolvendo ao usuários o controle sobre quando atualizações do Windows serão ou não instaladas. Desde que o Windows se tornou um serviço, todos os grandes update do S.O. se tornaram meio que obrigatórios, tanto que o sistema ficava insistentemente pedindo para que se agendasse um horário para que ele possa dar andamento ao processo de atualização, ele mesmo baixa tudo que é necessário para isso e assim por diante e por vezes começava o processo de atualização sozinho.

Tem pouco tempo que eles introduziram uma opção para adiar o update, porém, para usuários comuns, principalmente, esse adiamento equivale a poucos dias, ou seja, não é um controle muito amplo. Agora, isso está para mudar, pois, segundo o Vice-presidente corporativo da Microsoft para Windows, Mike Fortin, o usuário terá de volta o controle sobre quando as grandes atualizações do Windows serão instalada na sua máquina.

“Começando com a Atualização do Windows 10 de maio de 2019 [build 1903], os usuários terão mais controle sobre o início do processo de atualização de recursos do sistema operacional. Vamos fornecer uma notificação de que uma atualização está disponível e é recomendada com base em nossos dados, mas será decisão do usuário quando iniciar o processo de atualização. Quando esses dispositivos e as versões do Windows neles instaladas estiveram próximas do fim do suporte oficial, ai sim o Windows dará seguimento ao update de forma automática; até porque manter as máquinas e o sistema atualizados é fundamental para a segurança da máquina e de seu usuário”. Disse Fortin.

Windows 10
Que alegria

Da fala do executivo da Microsoft podemos tirar muita coisa: a primeira delas é que a próxima grande atualização do Windows 10, chamada por alguns pelo código 19H1 ou mais comumente por Build 1903, será liberada só em maio e não mais em abril, como pensávamos, tanto que por muitas vezes a chamamos de “Atualização de Abril de 2019“, mas pelo jeito eles devem mudar isso e passar a chamá-la de “Atualização do Windows 10 de Maio de 2019“.

Outra informação revelante é que Fortin mostrou que o Windows Update será dividido em dois: o botão padrão “Verificar se há atualizações” deverá servir muito mais para buscar por patches mensais, as chamadas atualizações cumulativas (Atualizações de Segurança ou Cumulative Updates), que são diferentes das atualizações de recursos (Feature Update). Essa última chega duas vezes por ano e trás consigo novos recursos e capacidades para o sistema, enquanto que a primeira traz apenas correções de bugs, melhorias de desempenho e mais proteção contra ameaças diversas.

Windows 10
Depois dessa alteração o Windows Update ficará mais ou menos assim

Ainda sobre a fala de Fortin, ficou claro que o usuário poderá adiar por um longo período de tempo a instalação de um novo update. Pelas nossas contas, em até 18 meses, já que esse é o ciclo de vida padrão de uma compilação do Windows 10, então, se você acabou de instalar uma build, geralmente leva 18 meses para a Microsoft encerrar o suporte a ela, então, só quando estiver bem perto desse prazo é que o Windows fará o update automaticamente, evitando assim que você use uma versão do S.O. sem suporte.

Em um exemplo prático, supondo que a Microsoft continue liberando duas atualizações de recursos por ano, então, os usuários que estão executando a versão 1809 do Windows 10 podem optar por não instalar a versão 1903, 1909 e 2003 antes que a versão 1809 fique sem suporte e a Microsoft instale automaticamente a versão mais recente disponível, o que provavelmente seria a versão 2009 na época.

Com essa nova opção usuários terão muito mais liberdade para instalar novas versões do Windows, o que pode ser uma coisa boa, principalmente quando lembramos de casos como a Atualização de Outubro de 2018 (build 1803), considerada por muitos como sendo a atualização mais bugada do Windows 10 de todos os tempos. Muita gente teve problemas com arquivos sumindo, dificuldade para lidar com arquivos compactados, entre muitos outros, então, agora, com a nova forma de lidar com o Windows Update, o usuário pode querer esperar mais algum tempo antes de atualizar seu Windows para ter certeza que a compilação é estável e confiável. Para quem ama manter tudo atualizado o mais rapidamente possível, nada muda, já que é só autorizar o sistema e ele será atualizado no momento da liberação da Atualização de Recursos.

Quem gostou da novidade?

Fonte > Windows Central

Alexandre Lima
Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP - Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!