Atualmente, boa parte das redes wi-fi são seguras. As recomendações para evitar qualquer tipo de problema quanto ao uso desse tipo de tecnologia é apenas evitar se conectar a pontos de acesso público desconhecidos, criar senhas fortes e manter seu anti-vírus atualizado.

Mesmo assim, como sabemos que nem tudo são flores, e ainda há muito o que melhoras nesse aspecto de segurança, até porque não tem muito tempo que descobriram uma grave falha que afeta boa parte das redes wi-fi atualmente disponíveis, empresas como a Microsoft e tantas tentam tornar esse tipo de conexão mais segura e é por isso que a partir da atualização 19H1 para o Windows 10 que o sistema contará com suporte ao novo padrão WPA3 e ao WPA3SAE.

Ambos os padrões em como foco aumentar a segurança do usuário e empresas. Eles foram apresentados recentemente. Mais precisamente durante a CES 2018.

Eles irão substituir o atual padrão WPA2, que é o protocolo mais usado pelo mundo a fora e que se revelou falho ao permitir que o tráfego de dados fosse interceptado, podendo facilitar o roubo de dados considerados sensíveis como senhas, mensagens, e-mails, dados financeiros e mais.

Então, mesmo sabendo que soluções e correções já foram lançadas para impedir que hackers mal-intencionados explorem essa brecha, a Microsoft optou por migrar para o novo padrão o mais rápido possível.

Vale notar que a descoberta do novo padrão no código do Windows 10 tem relação com o novo SDK Preview do sistema referente a build 18272. Para quem não sabe, SDK é o kit de desenvolvimento da Microsoft, ou seja, está praticamente confirmado a chegada do novo padrão no ano que vem.

Fonte: Neowin