Você não vai mais poder usar processadores muito atuais com o Windows 7 ou 8

0

A Microsoft está avisando a todos que não é mais possível usar com total segurança e desempenho um processador muito atual em versões mais antigas do Windows, como o 7 e o 8.X.

Vamos a um exemplo prático. Se você tem uma máquina equipada com um processador intel da linha Kaby Lake ou mesmo com um da AMD’s Ryzen systems e que roda o Windows 7 ou 8.X, você não receberá mais nenhuma atualização oficial. Na verdade, você verá a seguinte mensagem:

Traduzindo:

“O seu PC utiliza um processador concebido para as versões mais recentes do Windows. Como o processador não é suportado juntamente com a versão do Windows que você está usando atualmente, o sistema não conseguirá instalar atualizações de segurança importantes.”

Muitos podem considerar que tal atitude é meio estranha, mas, na verdade é tudo bem lógico. Um processador mais atual foi concebido para rodar na versão mais atual do software, porém, a questão mais importante não é o hardware, mas sim, o software. Como o Windows 10 é o foco atual da empresa e o Windows 7 e 8.X já estão no período de suporte estendido, não haveria motivos para a Microsoft trabalhar para inserir suporte a novos Chipsets em versões já ultrapassadas do seu S.O.

O título pode parecer meio sensacionalistas, mas realmente será impraticável ter instalado o Windows 7 ou 8 em sua máquina, caso você tenha um modelo muito atual de processador, pois, sem as atualizações de segurança e tudo mais, sua máquina ficará muito vulnerável. Só existem duas soluções para esse problema: atualize sua máquina para o Windows 10; faça um downgrade de sua máquina para um processador mais antigo.

Fonte: MSPoweruser

Share.

About Author

Funcionário Público Federal, formado em Licenciatura em Química, Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta do Windows Phone. Carpe Diem