Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Home Aplicativos

Windows Defender no ranking dos melhores antivírus para usuários domésticos

05/02/2018 917 0
Windows Defender no ranking dos melhores antivírus para usuários domésticos

Quão bom é o Windows Defender? O quão seguro ele deixa o seu PC frente a seus concorrentes gratuitos e pagos? O relatório publicado pela av-test.org pode nos ajudar a responder esses questionamentos.

De dois em dois meses a av-test.org publica um relatório que contém um ranking dos melhores softwares antivírus do mercado. São dezenas deles e o Windows Defender está por lá. No decorrer do ano passado o software antivírus da Microsoft subiu várias posições e ganhou várias melhorias. Diante dos dados, será que o Windows Defender é ruim? Ou te deixa exposto as vulnerabilidades que pairam pele web?

Os maiores problemas apontados como “falhas” ou ferramentas mal otimizadas no Windows Defender tem relação com sua usabilidade, porque no quesito proteção e performance a coisa é perto dos tops.

Sobre a proteção contra Malwares e outros tipo de ataques o Windows Defender é capaz de lhe proteger contra 100% das ameaças conhecidas até dezembro de 2017 (web e e-mail), data essa da análise dos dados. Ele está acima da média geral que geralmente oferece proteção contra 99,5% dos ataques. Sendo assim, se o assunto é proteção, fique tranquilo, o Windows Defender sabe o que faz e é bem confiável.

Na performance o que pegou foi o desempenho do Antivirus na questão da desaceleração de sites. Geralmente isso acontece quando o antivírus precisa fazer alguma varredura no site e termina causando alguma lentidão no mesmo. Com relação a isso, o Windows Defender pode responder por até 10% da culpa da lentidão na abertura do site. Mesmo a média sendo 16%, seus concorrentes interferem menos nessa questão e daí isso afetou sua nota, mas, esse não foi seu maior problema. Em PCs top de linha o Windows Defender é muito mais lento que seus concorrentes na instalação de aplicações que são usadas com frequência. Ele está bem acima da média, que é de 35%, enquanto ele alcançou 54% nesse quesito. Quem sabe haja uma maior cautela do antivírus nas verificações das instalações, mas a equipe responsável pelo ranking não perdoou.

Por fim, quando o assunto é usabilidade, o Windows Defender ganhou críticas especialmente relacionadas a detecções falsas de softwares legítimos. Em uma amostragem de 1.324.143 ele fez isso em 16 casos, quando a média é 4. Só esse item em específico baixou muito sua média no quesito usabilidade.

De uma forma em geral, o Windows Defender cumpre muito bem o seu propósito, que é proteger seus usuários contra ameaças diversas, porém, ainda tem pontos a melhor. Sem dúvida a Microsoft terá acesso a esses dados e deve tomar medidas para melhorar o antivírus nativo do Windows.

Quem prefere outros softwares ao Windows Defender? Já que geralmente é impossível usar dois antivírus numa mesma máquina e continuar 100% protegido.

Aqui vale um lembrete… estamos falando no âmbito dos usuários domésticos. Quando vamos para o ambiente corporativo as soluções são bem mais parrudas.

O relatório completo pode ser visualizado aqui e a avaliação individual do Windows Defender aqui.

Fontes: av-test

Obg a Cortana pela dica 😉

Compartilhe:

Comentários: