Windows Phone Store tem mais de 9 milhões de compras por dia

17

A loja de aplicativo para o Windows Phone continua crescendo. Depois de atingir a marca de 170 mil aplicativos e jogos disponíveis, agora a Microsoft diz que por dia são feitas mais de 9 milhões de compras na loja. A informação veio de um dos blogs oficiais da empresa e foi o próprio Todd Brix, gerente da loja virtual, quem divulgou o dado. São 9 milhões de transações entre compras de apps e jogos e itens ou serviços dentre dos próprios aplicativos.

Windows Phone Store 145000

Outro dado interessante é que a procura por aparelhos com Windows Phone também tem aumentado, principalmente entre as pessoas que estão em busca do seu primeiro smartphone. Possivelmente pelo fato do S.O. ser mais simples e fácil de aprender a manusear e pelo custo-benefício dos smarts. Em alguns países da Europa de cada 10 smartphones vendidos ao menos 1 é com o Windows Phone.

Para os desenvolvedores isso é ainda mais animador. Primeiro porque a plataforma está cada dia mais popular, e depois porque parece que os usuários do Windows Phone tem um perfil semelhante aos dos usuários do iOS, que gostam de comprar apps. Se você é desenvolvedor e ainda não criou nenhum app ou jogo para o Windows Phone, aproveite que o cadastro no Dev Center ainda está por U$ 19, cerca de R$ 45.

Fontes: Windows Phone Developers Blog via: Tecmundo

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!

  • Mateus *Miles Morales* Faria

    O Interessante é que no meu serviço, nesse ano, 2 colegas de serviço compraram um Nokia L720, e outro havia comprado no meio do ano passado um Nokia L520 que ao ser atualizado, deu erro no sistema uma semana após ele tentar me vender. Ele mandou pra assistência tendo ainda garantia e como ia demorar um mês para devolvê-lo, ele optou por comprar um novo. E foi justamente um Nokia Lumia 720.
    E eu, desde 2012 já estava querendo mudar do meu java Nokia 500 e partir para um Smartphone mais potente comprando o modelo Lumia mais barato como teste: Nokia L520. E já estou juntando grana para comprar um novo Lumia qualquer acima de 1GB de memória RAM por ter gostado muito do Windows Phone 8. E não penso em comprar com outro sistema distinto a não ser que esse tenha uma máquina do tempo ou tenha a possibilidade de se morfar que é o que está faltando pra esse sistema ficar perfeito.

  • Leonardo Porto

    “Possivelmente pelo fato do S.O. ser mais simples e fácil de aprender a manusear e pelo custo-benefício dos smarts” Eu concordo que o sistema é simples de usar, mas não entendi a parte dos WP terem um custo-benefício atrativo. Baseado em que? O 820 que é o primeiro da linhagem dos 1GB de RAM tem um preço elevado e acabamento razoavelmente inferior ao do 920. E os aparelhos com 512 RAM até tem um preço atrativo, mas tem o inconveniente de ficarem esperando remendos em alguns jogos para funcionar. Eu sei que vai ter um monte de fanboy que vai me crucificar, mas em matéria de Brasil, ainda tem o fato de só termos a Nokia vendendo WPs. A samsung não conta de tão inexpressível e a HTC não vende por aqui. Não tem concorrência e não tem como os preços baixarem mais. Triste a nossa situação.

    • Francisco Lunardi

      Na faixa de preço do 520, quantos tem CPU/GPU, tela, memoria interna, camera melhores/maiores?
      Isso é o que chamamos de custoXbeneficio.

    • Marco Antonio Pires

      a questão é o lumia 520 é um excelente custo x beneficio para WP sim, vc tem experiência de uso completa do WP pagando pouco, como também é custo x beneficio em relação aos android, por ter um preço baixa e um equipamento de excelente desempenho. Não quer dizer q seja o melhor, mas o preço e qualidade atrai

  • jose claudenir

    Na minha santa ignorância não fico feliz com esse dado:
    “…de cada 10 smartphones vendidos ao menos 1 é com o Windows Phone”.
    e pra ficar animado com isso???
    suponhamos que, de cada 10 amarra, 7 travandroid, 2 maçãs e apenas 1 wp??
    Como falei antes ao meu ver isso não causa nenhum entusiasmo, pelo menos pra mim. WP de dois chips, e isso que fara grande diferença se quiserem crescer a curto prazo.

    • Luiz

      É animador pq o WP, até um tempo atrás, era um ilustre desconhecido, mas hoje, em certos países, já abocanhou até a liderança. No caso, ter 10% do mercado d países europeus é tbm ótimo. Tá crescendo bem mais q Androids e iphones qndo tinham o mesmo tempo d vida, e no mundo todo, isso tudo sendo levado nas costas praticamente só pela Nokia.

  • Josiel Elizeu Borges

    Legal, e no android o pessoal baixando os apk, coitado dos dev ^^.

  • Andriw

    Já contribui com bastante grana nessa store. Tem muito app bom. O primeiro que comprei foi o 12C. Funciona perfeito, como uma HP de verdade e sem os bug da versão para android.

  • Marco Antonio Pires

    sempre que posso também compro. Claro s gostar, acho q na store tem muitos app e de excelente qualidade que vale a pena comprar. Espero em breve ver novas formas de pagamentos…como tickets, paypal, debito automatico, vale presente tudo isto no Brasil.

    • PayPal já tem no WP8

      • Opa, acho que dessa eu não sabia. Como funciona?

        • Quando vc for comprar qualquer app ele dará a opção e vc cadastra sua conta 😉

      • Marco Antonio Pires

        realmente, nao sabia disto, mas ai cai de novo no cartao de credito, mas já é um começo.

        • Marco Antonio, fiz o teste aqui e é preciso mudar a região para os Estados Unidos para dar certo. Como eu uso a conta na região brasileira, nunca tinha aparecido.

          • Marco Antonio Pires

            realmente foi o q aconteceu cmg…so mudo pra americana para fazer um ou outro download e volto pra BR por isto nunca notei isto de paypal.

  • Guilherme França

    Isso é muito bom. Eu mesmo compro quando gosto de um app. Acho que isso é até uma boa forma de sinalizar para os desenvolvedores que você gosta do que vê no app, sendo uma forma de feedback. Isso está até se mostrando um atrativo à novos desenvolvedores, como o próprio artigo mencionou.