Xiaomi começa a vender seus smartphones no Brasil e vira mais uma ameaça para os Lumias

0

xiaomi_redmi_2

A Xiaomi, conhecida como a Apple Chinesa, finalmente começou a vender seus produtos em solo brasileiro. O smartphone escolhido para começar sua jornada em nosso potencial mercado foi o Redmi 2, aparelho com especificações de mid-end, porém, com preço de modelos de entrada.

O Redmi 2 custará apenas R$ 499 e conta com um processador Quad-Core da Qualcomm, serie 410 de 1,2GHz de velocidade, tela de 4,7 polegadas de IPS e resolução HD, 1GB de memória RAM, uma câmera traseira de 8MP f2.2 de 5 elementos e outra frontal com 2MP e uma bateria de 2200mAh. Por fim, o aparelho é fino e leve, com respectivos 9,4mm e 133g.

Como diferencial o aparelho já conta com suporte a redes 4G e é Dual SIM, o que o torna um atrativo para diversos tipos de público, tanto para aquele que buscam versatilidade, mas que não abrem mãos da alta velocidade de navegação por meio do pacote de dados (os dois SIM Cards inseridos podem ser 4G). Ele roda uma versão modificada do Android em sua versão 4.4, como um tipo launcher por cima apelidado pela Xiaomi de MIUI. Essa UI lembra e muito a interface do iOS da Apple.

xiaomi-redmi-2-729x691

Não é difícil perceber que não há nenhum Lumia nessa faixa de preço com os mesmos recursos do Redmi 2, o que o torna uma potencial ameaça para os modelos da Microsoft no Brasil. Só a título de comparação, nessa faixa de preço, com suporte a redes 4G, temos apenas o Lumia 635, que é vendido com exclusividade por algumas operadoras, e mesmo assim não tem um hardware tão potente quando o Redmi 2. Quem sabe o Lumia 730/735 poderia chegar junto, contudo, além de serem mais caros, apenas o 735 conta com suporte a redes 4G, mas é Single SIM. Também poderíamos colocá-lo em um embate com o Lumia 640 Dual SIM 4G, que tem um hardware muito semelhante, contudo, é bem mais caro e é quase um “diamante” de tão difícil que é de encontrá-lo.

Para terminar de vez com esse comparativo em pró da Xiaomi, eles venderão o aparelho direto pelo seu site, sem intermediários, o que o torna mais acessível do que alguns modelos de Lumia, especialmente os com suporte a redes 4G.

Enfim, é bom a Microsoft repensar no preço dos seus modelos por aqui ou lançar um concorrente a altura o quanto antes, como um Lumia 740, caso contrário, prevejo um aumento considerável do marke share do Android no Brasil e uma queda acentuada da cota do WP. Esse recado também vale para a Samsung, LG, Sony e demais fabricantes de modelos com Android… Quero ver agora uma pessoa olhar da mesma forma que olhava antes para um Galaxy S6 de R$ 3000.

Fontes: OlharDigital e Tecnoblog

Share.

About Author

Especialista em Ensino das Ciências e Matemática, Microsoft MVP – Windows Insider, músico, marido, pai, servo do Deus vivo e entusiasta dos produtos e serviços Microsoft. Carpe Diem!